quarta-feira, 16 de novembro de 2022

MENTIRA

 

Imagem da net 


 Uma mentira, fina como um cabelo, perturba para sempre a ordem do mundo. Aquilo que sabemos tem muita importância. Tomamos decisões, vamos por aqui ou por ali, consoante aquilo que sabemos. E tudo o que virá a seguir, o futuro até ao fim dos tempos, será diferente se formos por um lado em vez de irmos por outro. Nascem pessoas devido a insignificâncias, morrem pessoas pelo mesmo motivo. Uma pessoa é uma máquina de coisas a acontecer, possibilidades multiplicadas por possibilidades em todos os instantes do seu tempo. Uma mentira, mesmo que transparente, perturba o entendimento que os outros têm da realidade, leva-os a acreditar que é aquilo que não é. Essa poluição vai turvar- lhes a lógica do mundo. As conclusões a que forem capazes de chegar serão calculadas a partir de um dado falso e, desse ponto em diante, todas as contas serão multiplicações de erros. Uma mentira baralha tudo aquilo em que toca, desequilibra o mundo. É por isso que uma mentira precisa sempre de mentiras novas para se suster. O mundo não lhe dá cobertura. Para alcançar coerência, cada mentira requer a criação apressada de um mundo de mentira que a suporte. É assim que a mentira vai avançando pela verdade adentro, como uma toupeira cega a abrir túneis e câmaras no interior da terra. Quando se abre a boca para libertar uma mentira, a primeira, filha de nada que a justifique, nunca se consegue ter noção completa de onde chegará. Nesse momento, na inocência aparente, com voz de gatinho acabado de nascer, está a soltar-se um predador voraz, não há fronteiras marcadas para a sua fome. Uma mentira pode construir edifícios imensos, levantar cidades; uma mentira pode colocar em movimento milhares de pessoas, pode dar propósito a multidões incalculáveis, cada pontinho a ser uma cabeça com história; uma só mentira pode manter em cativeiro gerações inteiras de pessoas que ainda não nasceram, netos que os avós não são capazes de imaginar, ignorantes da mentira original que os domina.


José Luis Peixoto in "  Em Teu Ventre "

" Uma mentira, fina como um cabelo" pode causar estragos irreparáveis

Emília Pinto 


35 comentários:

  1. Por vezes uma mentira é muito mais pura e sincera que uma verdade provocadora e dorida
    .
    Saudações poéticas
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mundo não deveria ter essa companhia de tantas mentiras. Nada de bem podem acrescentar.Só causam tumultos e desorganizações. Lindo resto de semana! beijos, chica

      Eliminar
    2. Olá Ricardo, creio que a mentira nunca é de louvar. Temos sim, de ter cuidado quando falamos com as pessoas para não as magoarmos, mas não precisamos de mentir. Há casos em que sabemos que a verdade vai doer, mas o melhor é não dizer nada ou então fazê-lo com extremo cuidado. Obrigada, Amigo e tudo de bom, especialmente com saúde para todos. Beijinhos
      Emilia

      Eliminar
    3. Oi Cica, a resposta vai ficar no lugar errado, mas o teu comentário foi feito na resposta; isso não importa, não é verdade. Infelizmente, Amiga, as mentiras rodeiam-nos e temos de estar sempre atentos Obrigada pela visita e que os teus dias sejam abençoados, especialmente com saúde. Beijinhos
      Emilia

      Eliminar
    4. Concordo sem dúvida. A Mentira nunca deve ser o caminho. Mas ... Por exemplo: Uma mulher/esposa se o marido chega um pouco mais tarde e não ligou a comunicar, ouve das boas, lol... Se o marido chegar a casa com as mãos sujas de pneu e disser: Amor desculpa, mas tive a mudar um pneu que furou ( mentira) e nem tive tempo nem cabeça para te avisar. Ela: Óh querido só te acontece coisas más. Pronto já passou, loool. (Claro que não muda pneus todos os dias, rssrsrsrssrsr ). (Noutro dia foi um acidente na estrada e o telemóvel ficou se bateria, ahaahahahaha )

      Eliminar
    5. Sim, Ricardo, também há essas mentirinhas, mas a nós que nos importam? Isso é lá entre os dois e em nada nos prejudicam. Se calhar não foste tu que chegaste a casa com as mãos sujas de pneu, ou foste? Malandro!!!! Cuidado, porque os pneus agora não precisam ser trocados....aguentam bem até casa.... " Mentira tem perna curta !"
      Beijinhos e obrigada pela brincadeira
      Emilia

      Eliminar
  2. O mundo não segue para a frente na base da mentira...
    .
    Existem palavras guardadas em mim
    .
    Beijo, boa noite.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois não, Cidália, mas o ser humano não tem essa consciência, jnfelimente. Beijinhos e obrigada
      Emilia

      Eliminar
  3. Bom dia de paz, querida amiga Emília!
    Estamos rodeados delas.
    Todos nós somos frutos de mentiras várias, desde o tempo das cegonhas... Ao papai Noel e outros.
    "Conhecereis a Verdade e ela vos libertará".
    Só assim, podemos viver uma vida transparente e na paz de espírito.
    Tenha dias abençoados!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Bom dia de toda paz, querida amiga Emília!
    Todos nós somos rodeados de mentiras desde que nascemos desde a cegonha ao papai Noel.
    "Conhecereis a Verdade e ela vos libertará".
    Só assim poderemos viver na transparência e paz de espírito.
    Tenha dias abençoados!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Rosela, mas essas da cegonha ao pai Natal, não considero graves; é dificia explicar às criança pequeninas o milagre do começo de uma vida ; quanto ao pai Natal é uma mentirinha que depressa as crianças descobrem, mas que dá uma certa magia ao dia de consoada. O pior são as outras mentiras que enganam e que tantas vezes prejudicam as nossas vidas para sempre. E as que vêm dos poderosos do mundo? Essas levam-nos a uma descrença que em nada beneficia a nossa vida. Rosélia, muito obrigada pela visita e desejo-te dias serenos e com saúde. Beijinhos
      Emilia

      Eliminar
  5. A mentira rodeia-nos...e tal como o autor diz, pode estragar a vida às pessoas... Tudo seria mais fácil se a Verdade vivesse....
    Interessante o texto.
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E estraga muito, Marta! Acho que já todos nós tivemos problemas com as mentiras dos outros e, se há casos em que uma conversa sincera resolve, outros há em que o relacionamento, seja ele de que tipo for, termina para sempre. Muito obrigada, Marta, pelo carinho e desejo-te saúde e serenidade. Beijinhos
      Emilia

      Eliminar
  6. A mentira, quando intencional e com o objetivo de ter vantagens e/ou com a intenção de prejudicar terceiros, é abominável.
    Claro que excluo a mentira piedosa (que pode ser a de omissão).
    Gostei do excerto que escolheste.
    Continuação de boa semana, amiga Emília.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Jaime. Sim, só a chamada de " piedosa " se admite! As outras prejudicam muito a vida de qualquer um. Quando não pudermos falar, o melhor é " calar a boca " . Beijinhos e muito obrigada pela visita . Saúde para todos
      Emilia

      Eliminar
  7. Amiga querida, antes de ler o amigo Jaime, acima, já tinha pensado, também, que admito uma omissão, calar-se ou disfarçar em nome da compaixão, de poupar um doente grave, ou de omitir uma opinião que não interessa muito, e que muitas vezes desmancha um casamento, ou uma amizade de muitos anos. A mentira e a inveja são coisas mesquinhas, muito baixas.
    Eu não gosto quando uma pessoa vem dizendo que vai dar sua opinião "muito sincera" …Presume-se que uma pessoa não precisa dizer isso, ou costuma mentir? A pessoa que precisa cantar sua sinceridade ao falar, já presumo que de vez em quando mente. E já ponho as “barbas de molho”, como dizemos aqui. Isso é, já fico com um “pé na frente outro atrás!” Tem vezes que precisamos ficar quietas!!
    A mentira é algo doentio. Sabes, claro, que existe, e muito, pessoas que ficam felizes
    em ver a outra num estado deplorável, na desgraça, isso é mesquinho demais, desumano. Mas têm bastante.
    Gosto de textos assim, Emília, que deixam sempre uma margem para reflexões dos nossos atos, e que possibilitam a defesa e o questionamento quando chega algo desse tipo aos nossos ouvidos.
    Um beijinho, amiga, saúde, paz e um calorzinho aí nesse teu belo Portugal, em pleno frio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tocaste num ponto muito interessante...." opinião muito sincera ", ora, se não costuma mentir já se sabe que é sincera e isso fez-me lembrar de uma faxineira que tive há anos; disse-me que podia estar sossegada porque só queria o que era dela, que era muito honesta e eu, só muito mais tarde descobri que levava um dinheirito da minha bolsa, de vez em quando. Qgora faço como tu, " ponho as barbas de molho " quando ouço coisas assim Não sei se a mentira é algo doentio, Tais, mas antes a necessidade que algumas pessoas têm de aparecer e, se numa conversa não têm nada para contar, inventam. Fujo delas e, como já conheço algumas, evito encontrar-me com elas; se não inventam coisas, deturpam tudo o que se falou e quando abrimos os olhos já a cidade inteira sabe o que aconteceu, mas totalmente diferente; aquela estória " quem conta um conto aumenta um ponto . Amiga, muito obrigada pelo " testamento " assertivo, como sempre. Já te conheço....sei que não mentes e tudo o que escreveste é verdade, verdadinha. Beijinhos e saúde para todos vós
      Emilia

      Eliminar
  8. Olá, querida amiga!

    Não sei se a mentira é a verdade mascarada ( o Carnaval não está longe, diga-se). Mentiras são mentiras, fracas ou fortes. Uma conhecida minha tinha a sogra já a caminho do hospital, morta, mas telefonou ao marido, dizendo que ela estava muito doente, mas não tinha morrido, quando a senhora já jazia. Disse-lhe ainda para conduzir devagar e com prudência, porque estava tudo controlado, enterrado ou cremado, acrescento eu. Esta situação para mim é uma mentira, mas entendo-a, minimamente.
    Não falo de José Luís Peixoto, porque pouco sei da sua Biografia e não gosto da sua maneira de escrever ou então não a sei apreciar.

    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo Céu! Podemos chamar-lhe assim quando se diz uma verdade e depois vão contá-la totalmente deturpada, aumentando um ponto ao conto, como diz o povo, de outra forma, creio que uma mentira é mentira e verdade é verdade e ponto final. Quanto ao caso que contas, eu também faria o mesmo; é a tal mentira piedosa que se entende e que, muitas vezes tem de ser usada . Obrigada Céu por teres vindo dar a tua opinião e vê se apareces mais vezes. Andas muito sumida e já tinha saudades tuas. Espero que estejas bem de saúde e que a alegria não te falte, apesar dos tempos tumultuados que atravessamos Beijinhos
      Emilia

      Eliminar
  9. José Luís Peixoto desconhece o ditado de que mais depressa se apanha um mentiroso do que um coxo. Nem acredito que uma mentira tenha tanto poder assim. Noutros tempos, talvez. Hoje em dia tudo se investiga, tudo se descobre.
    Abraço, saúde e bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo com o que dizes, Elvira, " hoje em dia tudo se investiga e tudo se descobre ", mas enquanto isso não acontece, muitas vidas são estragadas. Estamos a ver agora, as grandes mentiras da Rússia e depressa se têm descoberto, mas o que adianta? Mortes e destruição e será que alguma vez Putin será castigado. As mentiras " normais " não têm esse poder todo que o texto lhe dá, mas as dos poderosos do mundo, essas sim, são destruidoras Obrigada, Amiga e fica bem, especialmente com saúde para todos, aí em casa . Beijinhos
      Emilia

      Eliminar
  10. Querida Emília
    José Luís Peixoto muito assertivo nas suas fundamentações sobre a mentira, um mal terrível que pode atravessar gerações. Há famílias que carregam "segredos" que condicionam a vida de todos quantos deles dependem. Há países que laboram na mentira, mentiras que se tornam tradições e que quando são descobertas, a decepção, a desilusão quanto a "heróis" que sempre admiraram faz a descrença dos valores por que sempre se guiaram. E quando as guerras se eternizam? É das situações que mais me preocupam, entre outras. Se quando se declara uma guerra sabemos ou julgamos saber onde está a razão, com o tempo começam os "jogos" políticos, a desinformação, e toda uma série de lugares comuns que envolvem o gosto pelo poder. No meio estão os inocentes, os desvalidos, aqueles que só querem viver em paz e que se vêem martirizados, torturados, a sofrer toda a espécie de desgraças. "E as crianças, Senhor, porque lhes dais tanta dor?"
    Desejo-te bom domingo, minha amiga, junto à família.
    Beijinhos
    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Aludiste aqui à `mentira em famílias que " guardam segredos " que depois causam problemas sérios e também às tradições baseadas em mentiras que acabam por perder o encanto quando se descobre a verdade, ma sas piores, Olinda, são mesmo as que causam guerras; para se atingir o poder comete-se as maiores barbaridades e os inocentes é que sofrem
      Tantas vezes esses inocentes colocaram no poder os seus dirigentes que tudo prometeram e depois nada cumpriram; mentiras atrás de mentiras e, nos países onde há o direito a voto, por pouco tempo eles ficam no poder, mas em muitos países. infelizmente. não há essa possibilidade e têm de os aguentar para sempre sem sequer poderem reclamar. Amiga, muito obrigada pelo comentário sempre assertivo e desejo. a ti e aos teus muita saúde e uma vida livre de mentiras, pois, por mais pequeninas que sejam, tiram a graça aos nossos dias Beijinhos e um bom fim de semana
      Emília

      Eliminar
  11. A mentira é a palavra lançada ao vento. Uma vez disseminada não é possível prever as consequências dos seus efeitos.
    Abraço amigo.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Juvenal, vai provocando estragos por onde passa, assim vomo o vento quando resolve soprar forte. Muito obrigada pela visita, Amigo. Desejo-te um bom fim de semana, com saúde, sempre. Um beijinho
      Emilia

      Eliminar
  12. Se não houvesse tanta mentira talvez vivêssemos num mundo melhor.
    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De certeza que sim. Isa! A mentira, provoca damos, por vezes irreparáveis. Muito obrigada pela visita. Um bom fim de semana. Beijinhos e saúde para todos
      Emilia

      Eliminar
  13. José Luís Peixoto. além de ser um grande escritor, tornou-se também um excelente pensador.
    Quanto à mentira, ela nunca é necessária, embora o mundo esteja cheio de pessoas que mentem para atingirem os seus fins, sem pensaram nos danos que causam. Um bom texto para reflexão.
    Uma boa semana com muita saúde, minha Amiga Emília.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, Graça, a mentira nunca é necessária, mas, infelizmente, está por todo o lado e os danos que provoca são tantas vezes, irreparáveis E quando vêm dos poderosos do mundo, então, o assunto torna-se dramático. Temos visto casos aqui em Portugal de pessoas que, enganadas, chegam cá e não encontram nada do que lhes foi prometido. Por dinheiro, o ser humano faz coisas impensáveis que nos envergonham. Obrigada, Amiga pelo carinho da presença. Saúde para todos vós e que a mentira fique bem longe.
      Beijinhos
      Emilia

      Eliminar
  14. Tens sempre grandes, belos excertos para reflexão, Emília. Mentira, diz-se e é bem verdade, "tem perna curta"; na mentira, diz-se "apanha-se mais depressa um mentiroso do que um coxo" e mais inocentemente em criança, não te diziam que " não mintas porque te caem os dentes"...?
    Por aqui se vê que a mentira não leva a lado nenhum. Mas há os viciados na mitomania que podem ser doentes mas que não se julgam como tal..
    Mas, seja a mentira "caseira" seja a mentira a que hoje podemos chamar de" fake news", mais abrangente e refinada, é um crime já que pode dar origem às mais variadas guerras, guerilhas, danos morais. ´
    E cá estamos, Emília, neste mundo feito de mentiras num cordel contínuo que nos leva à exaustão porque, e aqui me bato pelo que tanto aprecio e amo, nos rouba inevitavelmente a Paz!
    E José L. Peixoto num dos seus livros de viagens sabe muito bem do que fala e porque o diz.
    E tão mais longe nos levaria este tema que tão bem escolheste.
    Um grande abraço para ti com muita saúde!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, desde crianças que ouvimos todos esses avisos sobre mentira e até acredito que, quem os ouviu em criança não minta, mas o problema está naqueles que já ouviam mentiras em casa e que não tiveram formação adequada para levarem uma vida com honestidade Depois, mais tarde, a vida encarrega-se de mudar certas pessoas que, por ganância, por quererem alcançar aquilo que a informação lhes mostra a todo o instante e constantemente, começam a entrar no mundo da mentira; hoje somos " massacrados " com anúncios de produtos cada vez mais sofisticados e há muita gente qua não consegue resistir e faz tudo para os conseguir. Falaste nas " Fake news " , um termo muito na moda ( não entendo por que não usamos " noticias falsas ...) e essas propagam-se mais depressa que o vento forte que tudo leva na frente, causando estragos tremendos. Como bem dizes, Querida Amiga, este tema levar-nos-ia longe, mas esta pequenina conversa já foi muito boa, pois gosto muito de te receber aqui, na minha casa. Fica bem, especialmente com saúde e que a semana decorra sem graves problemas, pois os pequenos fazem parte do dia a dia de qualquer um de nós. Beijinhos, Amiga!
      Emilia

      Eliminar
  15. Bom dia, minha querida amiga
    O meu blog continua em modo de “pausa” e penso que assim continuará por mais algum tempo.
    Os meus planos de mudança de casa sofreram algumas alterações que levaram ao atraso da sua realização. Nem sempre as coisas são tão fáceis como inicialmente parecem, e, como tenho a actual casa “de pernas para o ar”, abrigando familiares que tinham as suas próprias casas… o ambiente e consequente disposição para alimentar o blogue não são os ideais.
    Mas não percamos a esperança. Tudo se resolverá a contento, e a normalidade surgirá (não há quem ainda espere pelo regresso de D. Sebastião ?😊)
    Entretanto… irei aparecendo sempre que possível – para mostrar que não vos esqueci, mas principalmente para que não me esqueçam 😉
    Um saudoso abraço e até sempre.

    Bom Fim de Semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom, ver-te por cá, Mariazita....e, se pensas que serás esquecida, digo-te com toda a certeza que isso nunca acontecerá neste mundo dos blogues onde fizeste grandes Amigos. Espero, sim, que esses problemas que te apareceram se resolvam depressa para voltares ao nosso convivio, pois já estou com saudades Desejo também que estejas com boa saúde, assim como toda a tua familia, pois assim tudo se resolverá a contento e rapidamente; sem ela tudo fica mais dificil. Um beijinho, querida Amiga e muito obrigada por teres vindo visitar-me És linda!
      Emilia

      Eliminar