terça-feira, 2 de março de 2010

O TEMPO



«Tempo. Sou fascinada pelo Tempo. Pelo poder que o Tempo tem de curar, regenerar, destruir, construir, fazer esquecer, trazer de volta, resgatar. Resgatar sentimentos, memórias, recordações, momentos, toques, palavras, músicas, cheiros e texturas. O Tempo aniquila, une, reúne, faz-nos andar em frente, para trás, tantas vezes para o lado, em linhas ínvias, por atalhos, quantas vezes de formas nebulosas com compassos irregulares. O Tempo-regido por Saturno, o «Senhor do Tempo»- obriga-nos a parar para pensar, reflectir, ponderar. Esperar.Obriga-nos a esperar. E esta é para mim, a implicação mais difícil de todas as «capacidades» do Tempo. O Tempo que é aliado da confiança e da amizade.Quando se vê o tempo como um incremento e não como um contratempo. Tempo para aligeirar, tempo para descomplicar, tempo para circunscrever, para prever o que está escrito, para antecipar e antever o que o Tempo nos traz. O Tempo pode ser nosso amigo, se deixarmos. Da mesma forma que pode estar contra nós. Pode ser engenhoso. Pode conspirar com o Universo. Mas é preciso dar tempo ao Tempo e compreender que o próprio Tempo precisa de tempo para o seu trabalho. É isso sim: O Tempo também ele, precisa de tempo. No fundo, mas lá bem no fundo, o que eu gostava era que o Tempo me desse mais tempo para viver de novo o tempo que não aproveitei, que desperdicei, que não apreciei. Mas que, por outro lado me desse tempo para rever o tempo em que amei, ri, desejei, apreciei, regozigei, brinquei, ponderei, imaginei, admirei tudo e todos e todos os momentos que o Tempo foi o suficientemente generoso e engenhoso para me dar.

É assim o Tempo. Dá e tira. Mas, sobretudo, faz-nos compreender que o uso que damos ao tempo depende do tempo que nos damos a nós próprios. E é preciso Tempo para compreender isso.»


Pedaços do texto de Ana Anes
Extraído do livro: A minha palavra favorita- edição Jorge Reis-Sá

E porque o tempo passa, aproveito para dar os parabéns ao Rio de Janeiro que fez ontem 445 anos. Parabéns CIDADE MARAVILHOSA!


Emília Pinto

32 comentários:

  1. Que lindo este texto.
    Apesar que ultimamente o tempo anda voando....
    Mas o tempo é sim o remedio para tudo, a cura para as feridas.

    Um otimo dia
    Bjs
    Andresa

    ResponderEliminar
  2. Olá Andresa! Eu também gosto muito deste texto, porque contém grandes verdades. Obrigada pela visita sempre carinhosa e espero que o Tempo seja sempre teu aliado.
    Emília

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  4. Olá a ambas!

    E tanta cabeça que é preciso ter para o saber gerir de modo a que ele não voe. Mas por outro lado, se ele voa, é porque o temos ocupado o que já é por si só bom não é?

    Beiijnho grande

    Joana

    ResponderEliminar
  5. Tens razão, Joana! É preciso muita cabeça para conseguirmos fazer com que o tempo seja nosso aliado; é preciso tratá-lo bem...não o desperdiçar...dar-lhe o melhor uso possível. Um beijinho e que saibas sempre dar sentido ao teu Tempo.Obrigada pelo carinho da tua presença; já fazes parte do Começar de Novo!
    Emília

    ResponderEliminar
  6. Foi o texto mais bonito que eu encontrei sobre o Tempo. Adorei.Li devagarinho, saboreando o sentido de cada frase. Sem dúvida: o tempo dá e tira! Mas também nós temos que lhe dar tempo para fazer a sua obra em nós Obriga-nos a esperar e é isso que muitas vezes não sabemos fazer: esperar!
    Que o Tempo nos dê tempo para vivermos a vida como deve ser...para que não cheguemos ao fim do caminho com pena do tempo que se perdeu.
    Beijo amigo.
    Graça

    ResponderEliminar
  7. Oi Emilia!
    Dar tempo ao tempo! Só ele manda nas nossas vidas, espaçado ou corrido ,só ele sabe o tempo que precisa!
    Quem espera e desespera o tempo é muito, e ele não se compadece...faz-nos mesmo esperar...esperamos...então não pensamos, não pensamos no tempo ,então aí voa!
    Perde-se tempo ,nunca o aproveitamos na
    totalidade,anos às vezes...são muitos dias!
    Também vem o bom tempo aí é preciso saber gerir, abraça-lo e saborea-lo.
    Enfim tinhamos todo o tempo para poder disfrutar o melhor da vida,
    Gostei Emilia, por isso aproveite esse tempo que está a passar ...são horas que iguais não voltam , mas ...sejamos positivas, outras melhores onde vir!
    Até breve
    Beijos aos pequeninos!

    Herminia

    ResponderEliminar
  8. No Candomblé , única religião brasileira nascidas nas senzalas, o Tempo é um dos principais segredos e deuses, o tempo que devora a gente e depois nos cospe em jardins, em um pé de jacarandá, na sola de sapato de um tirano, nos mistérios que um vida pode ter quando uma criança nos sorri

    ResponderEliminar
  9. Olá amigas Emilia e Herminia

    Adorei este post do Tempo.
    Se o Tempo nos desse mais tempo para podermos
    pensar no tempo que não aproveitamos e deixamos passar por falta de tempo.

    beijos

    Alvaro

    ResponderEliminar
  10. Oi Graça. Que bom que gostou! Eu também não me canso de ler este texto, pois acho-o lindo. Um beijnho e obrigada pelo carinho
    Emília

    ResponderEliminar
  11. Hermínio acho que temos muito a aprender com este texto; temos que dar tempo ao tempo; ele vai-se encarregar de colocar as coisas nos eixos; nós merecemos! Vou aproveitar bem este tempo com os meus netos e esquecer um pouco o outro tempo.Beijinhos e até breve
    Emília

    ResponderEliminar
  12. Oi Ediney. Fiquei muito contente que tenha gostado do texto e adorei saber que o candomblé dá essa importância ao tempo.Obrigada e um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  13. É verdade, Alvaro, quando nos damos conta de que desperdiçamos tanto tempo, já é tarde e já sobra pouco para remediar o tempo perdido. Obrigada pela visita e um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  14. Olá. Este texto é muito interessante.
    Tinha-o lido há algum tempo.
    E, com este tempo, que não nos deixa animar, pergunto : para quando a viagem?
    É já este mês, não é?
    Quem me dera ter tempo para passar um tempo nesse lugar...E algum dinheiro disponível, eheeheheheh!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  15. Passo para deixar o meu habitual saudação fraterna ..
    Desculpas pela minha ausência ..

    Por razões não me foi possível viajar em cada um o seu blog.
    Continuando com a minha viagem e espero que em breve o normal para compartilhar seus escritos ..

    Un abrazo
    Saudação fraterna ..

    ResponderEliminar
  16. Claro, Olavo, tempo é tudo| Como se costuma dizer, tempo é dinheiro e portanto deve-se fazer um bom uso dele, tanto do dinheiro quanto do tempo. Um beijinho, Olavo e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  17. Olá Adolfo! desta vez vai um agradecimento especial, pois comentou na minha lingua; mas, não precisa se preocupar com isso; pode usar o Espanhol, pois eu também uso o Português e as nossas linguas são tão parecidas que se entendem muito bem. um beijinho e até breve
    Emília

    ResponderEliminar
  18. Oi Cantinho, a viagem é dia 13 de Março e volto dia 13 de Abril. Olhe, se quiser, é só pagar a viagem, pois casa tem. Pense nisso.O texto é lindo e eu já o tinha colocado no blog dos comunicadores da universidade senior; talvez o tenha lido aí, Obrigada pela visita e um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  19. Bom texto...

    Ai tempo, tempo... és tu que comendas a vida

    És o grão de areia da nossa fragilidade

    Que segredo...
    Que tempo tem que se esvaíra consome-se... perde-se... gastasse
    Fingimos o infinito para não o deixarmos passar
    Ai perde-se os momentos, perde-se a conta em dias, semana, meses e anos
    Usamos o Relógio, Despertador, Cronómetro, Calendário...
    Tudo engano ... pura imaginação... apreendê-lo, controlá-lo
    Ai,só tu Ampulheta, só tu és o único instrumento sincero do tempo
    Regressivamente, nos coloca no tempo da gravidade.

    Bjs

    ResponderEliminar
  20. Bonito comentário, Jacarée-Como diz Mário Quintana " alguém se lembrou de dividir o tempo em fatias..." só para nos iludirmos, não é? Cada um faz o seu tempo e um dia tem o tempo que quisermos. Um beijinho e um Bom fim de semana.
    Emília

    ResponderEliminar
  21. Olá Amigas,

    Excelente texto sobre o tempo...aquele indomável elemento que tentamos controlar e que nos domina sem retorno.

    Beijinhos a ambas
    Margarida

    ResponderEliminar
  22. É isso mesmo, Miguxa!Tentamos controlar, mas é ele que o faz! Um bom fim de semana e muitos beijinhos. Obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  23. Há tempo de nascer e tempo de morrer
    Há tempo de chorar e tempo de sorrir
    Tempo de plantar e tempo de colher
    Tudo que você plantar simplesmente você vai colher
    A semente que você regar então pode crer que um dia vai nascer

    ResponderEliminar
  24. Obrigada; Denise pelo comentário e visita. ´H tempo para tudo, é preciso aproveitá-lo bem. Um beijinho e um bom fim de semana
    Emília

    ResponderEliminar
  25. Obrigada, Olavo pela simpatia! Tudo de bom para você também. Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  26. Olá. Obrigado pelo convite, e pela casa.
    Mesmo que quisesse,não posso.
    Importa sim, que se divirta e aproveite bem o tempo.
    Eu, entretatno, vou dar tempo ao tempo, para um dia, se o tempo me permitir, poder lá ir.
    Onde ficar, tenho.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  27. Amigas

    Tenho para vocês um selinho do Dia Internacional da Mulher. Passem em meu blog para receber, no cimo da barra lateral

    Beijos

    Alvaro

    ResponderEliminar
  28. Obrigada, Alvaro pelo carinho. Um beijinho
    Emília e Hermínia

    ResponderEliminar
  29. Claro que onde ficar tem, cantinho! É preciso é resolver e abalar. Um beijinho e obrigada.
    Emília

    ResponderEliminar