quarta-feira, 1 de junho de 2011

LOUCOS E SANTOS







"Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril."

Oscar Wilde

" Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta ". Eu também os escolho assim!

Emília Pinto



32 comentários:

  1. E eu também,acredite!
    E orgulho-me disso!
    Boa noite.
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  2. Que bom vê-la por cá, Isa. AMIGO tem que ser sincero, autêntico e por isso deve ter a cara lavada e alma exposta. Não concebo a amizade de outra forma. Um beijinho e muito obrigada pela presença sempre carinhosa
    Emília

    ResponderEliminar
  3. Olá

    Alguém disse: Os verdadeiros AMIGOS são como as estrelas. Nem sempre os vês, mas eles estão sempre lá...

    Tenho poucos...mas verdadeiros!

    Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Olá, querida Emília

    Dizem que os olhos são o espelho da alma e razão tem Oscar Wilde: Revermo-nos nos nossos amigos para sabermos quem somos, é de uma grande sabedoria.

    Belo texto.Excelente escolha!

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
  5. Oi Lisa. Costumo dizer que conhecidos tenho uma imensidão deles, amigos bastantes, mas AMIGOS talvez uma mão cheia só. Não são muitos, mas são bons.Um beijinho e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  6. Também acho que Oscar Wilde tem toda a razão. Nos verdadeiros amigos nos revemos e sabemos quem somos. Também gostei deste texto. Muito obrigada pela visita, Olinda e espero que a sua vida seja partilhada com bons AMIGOS
    Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  7. Penso que não escolhemos amigos.
    Eles acontecem na nossa vida como um presente que Deus nos oferece gratuitamente.
    Talvez por isso continue vivo e certo de que será a maior vitória ter muitos amigos de todas as cores e religiões.
    O grande milagre é saber conservá-los sem os iludir nem os desesperar e ainda menos perdê-los.

    ResponderEliminar
  8. Olá Luis. Fazer amigos é fácil, difícil é conservá-los; nem sempre sabemos ser amigos. Como diz Fernando Pessoa é preciso aprender:


    Quero ser teu amigo.
    Nem demais e nem de menos.
    Nem tão longe nem tão perto.
    Na medida mais precisa que eu puder.
    Mas amar-te, sem medida,
    e ficar na tua vida
    da maneira mais discreta
    que eu souber.
    Sem tirar-te a liberdade.
    Sem jamais te sufocar.
    Sem falar quando for hora de
    calar,e sem calar, quando
    for hora de falar.
    Nem ausente nem presente por
    demais,simplesmente,
    calmamente, ser-te paz...
    É bonito ser amigo.
    Mas, confesso,
    é tão difícil aprender!
    E por isso
    eu te suplico paciência.
    Vou encher este teu rosto
    de lembranças!
    Dá-me tempo
    de acertar nossas distancias!

    Um beijinho, Luis e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  9. Querida Emília:
    Também escolho assim os amigos. "Amigo" é cada vez mais um ser em vias de extinção nos tempos que correm, em que se atropelam tantos valores! Há que ter efectivamente muito cuidado ao escolher. E também é necessário que o escolhido nos escolha a nós como amigo.
    Obrigada pela sua presença sempre atenta e meiga em "Luz de África".
    Um abraço muito forte para ti.

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde, Emília
    Estes pensamentos de Óscar Wilde são de grande sabedoria.
    (engraçado que no meu último post também o cito)
    Os amigos (verdadeiros) são preciosos, e por isso mesmo muito raros.
    Depois de encontrados devem ser preservados com todo o carinho.

    Resto de boa semana. Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Muito obrigaa,l Isabel pela visita. Por causa do problema do blogger vi-me impossibilitada de a visitar. Espero que já esteja resolvido. Hoje em dia, com tanta correria as amizades são postas de lado o que é uma pena. São preciosos os amigos e deviamos ter sempre tempo para eles. Só não temos porque não queremos. Um beijinho e até breve
    Emília

    ResponderEliminar
  12. Olá Mariazita. Como disse acima, hoje com a desculpa de falta de tempo esquecem-se os amigos e a vida fica muito mais vazia sem eles. Muito obrigada pela visita. Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  13. Oa Emília,
    Obrigada pelas suas palavras e sua visita
    E nem de propósito... um post sobre a amizade, os amigos e tudo o que eles, os verdadeiros, representam nas horas mais vazias!
    Por aqui...conte com uma verdadeira, mas só o tempo confirmará!
    bjis

    ResponderEliminar
  14. Oi Emilia!
    Bom texto!
    Escolher bem os amigos, vou pela frontalidade, pela sinceridade, e por uma alma amiga!
    Mesmo assim há surpresas, às vezes dum lado, outras de ambos os lados, há que romper com o silêncio , e clarificar as dúvidas, isso acontrece quando há a verdadeira amizade, doutra maneira, fica no esquecimento e a dúvida se houve ou não amizade.
    Bom, acho que todos somos santos e todos somos loucos,somos crianças e somos velhos,um pouco de cada um destes faz a vida, ajuda ao semelhante,loucura numa asneira sadia ,crianças no sorriso puro, e velhos na sabedoria,e na calma.
    Até breve
    Herminia

    ResponderEliminar
  15. Olá Manuela. Fico contente por ter gostado. Os amigos são fundamentais nas nossas vidas, os verdadeiros, é claro, pois os outros não fazem falta. Obrigada pela sua visita e amizade que, apesar de virtual é muito importante para mim. Um beijinho e fique bem. Até breve
    Emília

    ResponderEliminar
  16. Oi Hermínia. Para mim os AMIGOS teem de ser sinceros e frontais; se não o forem serão considerados apenas de amigos o que para mim faz uma grande diferença. Depois destes há aqueles a quem comecei a designar como conhecidos e que são em grande número, claro. Um beijinho e obrigada pelo comentário, por sinal muito interessante.Até amanhã.
    Emília

    ResponderEliminar
  17. Eu também Emília, por isso é uma das minhas escolhidas :)
    Bjns

    ResponderEliminar
  18. Olha, Cuidandodemim, sou assim mesmo...um livro aberto...uma alma sempre exposta. Muito obrigada por ser uma das tuas escolhidas. Tu também já fazes parte da minha vida; nunca me esqueço que ao começar o blog foste das primeiras e me segues até hoje. Parece que te conheço pessoalmente.Um grande beijinho e até breve. Um bom fim de semana, AMIGA!
    Emília

    ResponderEliminar
  19. E também..."Tenho amigos para saber quem eu sou."


    Beijinho

    ResponderEliminar
  20. Boa Tarde amiga,
    vim agradecer a sua tao carinhosa visita ao meu cantinho, seja sempre muito bem vinda ao mundo magico do coração.
    Sim, eu escolho meus amigo pela luz de seu coração, e não por outra razão. O que a gente leva deste mundo? a não ser os frutos da verdadeira e pura Amizade.
    Tenha um Lindo dia, coberto de muita Paz e Amor.
    Abraço amigo.
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  21. Querida amiga

    O que dizer diante
    de tantas verdades?

    Construir o que acreditamos,
    e seguir o seu caminho
    de coerência.
    Ver no outro,
    o que nos esforçamos
    ser para o outro...

    Que sempre
    existam
    sonhos em ti...

    ResponderEliminar
  22. Olá Cantinho. Até neste mundo virtual conseguimos fazer AMIGOS. Só pelas palavras lhes conhecemos a alma. Pois é...ainda me lembro de que os primeiros contatos que tive com este mundo foi visitando o cantinhodacasa; gostave e gosto do nome; sentia-me em casa...bem sentada num agradável cantinho. Obrigada, amigaa! Um beijinho e até breve
    Emília

    ResponderEliminar
  23. Olá Emilia!
    Além de agradecer o seu comentário, gostei da sua partilha de recordações!E é isso sim Emilia, as casinhas que se fazia ao "faz de conta" , as bonecas de gesso que esquecíamos no quintal e que ficavam em papel em noites orvalhadas!
    E os grilos? Pois era assim mesmo! quando eles não cantavam era uma desilusão! E se todas as desilusões fossem essas!..
    Hoje?Naaa! Há outras formas de esquecer os pensamentos bem mais agressivas sem os cheiros bons da primavera e do centeio...
    abraço querida amiga!

    ResponderEliminar
  24. Olá, boa tarde!
    Eu vim aqui te convidar a visitar meu blog de Poesias. Se gostar e quiser me seguir, vou gostar bastante de ter por lá seus coments. Felicidades!
    Abraços,
    João, poeta.
    Até mais!
    Já estou te seguindo!
    Gostei muito de seu blog.

    ResponderEliminar
  25. Olá Maria Alice! Amigos teem que ser assim...sinceros e autênticos para que possamos confiar neles sem hesitar. Muito obrigada pela visita e um bom fim de semana. Um beijinho e volte sempre
    Emília

    ResponderEliminar
  26. Sabe, Manuela, uma vez us amigos dos meus pais ofereceram-me uma boneca de papelão; achei linda a boneca! Os meus pais não tinham dinheiro para me comprarem bonecas assim grandes e bonitas como aquela. Um dia porém, veio a tristeza...esqueci-me dela nas escadas... choveu e lá foi a boneca; que tristeza! Lembro como se fosse hoje! Gostei de recordar esses tempos. Obrigada, Manuela e até breve. Bom fim de semana. Beijinhos
    Emília

    ResponderEliminar
  27. É isso, Aluisio, quando os amigos são verdadeiros vemos neles aquilo que devemos ser para eles; amizade tem que ser retribuida e o que recebemos dos amigos devemos agradecer e retribuir a mesma amizade. Sabe, já me aconteceu de dar tudo a pessoas que julgava serem minhas amigas; só eu fazia, só eu visitava, só eu telefonava; deixei de o fazer...pois, olhe, parece que nem deram pela falta de toda a minha atenção; cheguei à conclusão de que não eram meus AMIGOs; eram e são só amigos.Para mim há uma grande diferença. Um beijinho e obrigada pela visita. Um bom fim de semana
    Emília

    ResponderEliminar
  28. Que bom João! Claro que visitarei o seu cantinho. Muito obrigada pelo carinho e espero que volte sempre; será bem recebido! Um beijinho e um bom fim de semana
    Emília

    ResponderEliminar
  29. Como se costuma dizer "quem tem um(a) amigo(a) tem tudo", desde que o mesmo(a) seja honesto e tenha o Dom de conseguir fazer uma Verdadeira Amizade, as loucuras vêm com o tempo e com o passar da convivência.
    Aconteceu a mim algo assim e é tão maravilhoso ter assim Amigos fiéis que nos estendem a mão sempre quando estamos em baixo.

    ResponderEliminar
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  31. A definição de amigo para mim, está naquele post que escrevi dia desses sobre amizade. "Cara lavada e alma exposta" faz parte da afinidade. Linda escolha do texto!

    ResponderEliminar
  32. " cara lavada e alma exposta" significa para mim autenticidade, sinceridade; é isso que sempre espero dos AMIGOS e aquilo que sempre tento ser para eles; aliás eu não consigo ser de outra fora; considero-me um livro aberto e não consigo dizer aquilo que não penso. Muito obrigada C e tenha uma bela semana. Até breve! Beijinhos
    Emília

    ResponderEliminar