sexta-feira, 2 de maio de 2014

O ENCANTO DA VIDA





Todas as noites acordado até desoras, à espera da última cena de pancadaria num jogo de futebol, do último insulto num debate parlamentar, do último discurso demagógico num comício eleitoral, da última pirueta dum cabotino entrevistado, da última farsa no palco internacional. Crucificações masoquistas que a prudência desaconselha e a imprudência impõe.
  Vou deste mundo farto de o conhecer e faminto de o descobrir. Mas não há perspicácia, nem constância de atenção capazes de lhe prefigurar os imprevistos. O que acontece hoje excede sempre o que sucedeu ontem. A violência, o facciosismo, a ambição de poder, a crueldade e o exibicionismo não têm limites. Felizmente que a abnegação, a generosidade e o altruísmo também não.
 E o encanto da vida é precisamente esse: nenhum excesso nela ser previsível. Nem no mal nem no bem. E não me canso de o verificar, de surpresa em surpresa, à luz dos acontecimentos. Quando julgo que estou devidamente informado sobre o amor, sobre o ódio, sobre a santidade, sobre a perfídia, sobre as virtudes e os defeitos humanos, acabo por concluir que soletro ainda o á-bê-cê da realidade. Cabeçudo como sou, teimo na aprendizagem. Hoje fizeram-me a revelação surpreendente de que um avarento meu conhecido, que durante muitos anos procedeu como tal e, como tal, o tratei sempre de pé atrás, generosa e secretamente subsidiava um asilo de infância desvalida.

 Miguel Torga, in 'Diário (1993)'


E a vida é mesmo imprevisível! É um livro que temos de ler e que a cada página nos surpreende. À medida que o vamos lendo vamos aprendendo de que nada sabemos sobre a complexidade do ser humano

Emília pinto

51 comentários:

  1. OI EMILIA!
    COMO BEM DIZ O AUTOR, O ENCANTO DA VIDA, É SERMOS SURPREENDIDOS TODOS OS DIAS E QUANDO PENSAMOS QUE SABEMOS MUITO, "ELA" NOS PROVA QUE DE NADA PODEMOS TER CERTEZA...
    MUITO VERDADEIRO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.. blogspot.com br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A vida é um constante aprendizado, Zilani e se estivermos atentos, todos os dias aprendemos algo de novo. Muito obrigada, amiga e um bom fim de seman. Beijinhos
      Emília

      Eliminar
  2. Linda escolha que nos produz belas reflexões! beijos,lindo fds! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos muito a reflectir sobre o ser humano, principalmente, pois há nele atitudes que tanto nos surpreendem pela positiva quanto pelas negativas. Um beijinho, Chica e obrigada. Um excelente fim de semana. Beijinhos e até breve.
      Emília

      Eliminar
  3. E num campo de futebol fica-se evidente tantas complexidades né! abração interessante autor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falaste bem, Ives! Num campo de futebol onde deveria ser um lugar de confraternização, um lugar onde pais e filhos pudessem ter uns momentos de alegria, às vezes se torna num verdadeiro campo de batalha. Hoje dificilmente um pai leva o filho a um campo de futebol. Triste! Obrigada e um bom fim de semana. Beijos
      Emília

      Eliminar
  4. Uma grande verdade, esta. Nada sabemos.Vive-se aprendendo no dia a dia!

    Beijinhos.

    Lisa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. " Vive-se aprendendo no dia a dia " tentando aceitar da melhor maneira as contrariedades que ele nos traz que são muitas às vezes. Um beijinho, Lisa e desejo-te um bom fim de semana e um bom Domingo , como mãe, avó e filha que ainda és. Vou tentar fazer o mesmo. Fica bem, amiga!
      Emília

      Eliminar
  5. Quanta verdade!!! Se não se aprende, fica-se estagnado no tempo...E devemos deixar que a vida nos surpreenda hoje e sempre...
    Obrigada pela partilha...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes essa surpresa não é o que queriamos da vida, mas se olharmos para o lado com certeza haverá uma maravilha que nos delicie. Beijinhos, Marta e um bom fim de semana. Até breve.
      Emília

      Eliminar
  6. Aprender até morrer.

    A sabedoria encontra-se na constatação do próprio não saber.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma bela verdade, Pérola! Há muitos " ignorantes " por aí, achando-se os donos da verdade, infelizmente. Um beijinho, querida amiga e um bom fim de semana
      Emília

      Eliminar
  7. Um escritor/poeta maravilhoso de se ler refletir apreciar e tirar belas conclusões Emília, gosto muito .Minhas leituras recaem muito aos poetas de Portugal e a razaõ é só uma _ são muito bons escrevem o que a gente quer ler,
    Obrigada por compartilhar , é tão boa a troca.
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E de facto fazemos " uma boa troca", Lis. Como sabes vivi no Brasil e aprendi a conhecer poetas e escritores brasileiros e volta e meia lá estou eu a divulgá-los no Começar de Novo. Mas, isso é muito bom, não Lis? Afinal são dois países com culturas muito parecidas e fico muito feliz ao ver este " intercâmbio que se nota neste mundo dos blogs. Pessoas lindas do Brasil comunicando-se irmãmente com as pessoas também lindas de Portugal. para mim isso representa muito, dado que me considero luso brasileira e os meus filhos são daí Muito obrigada, Lis por tanto carinho. um beijinho de grande amizade e desejo-te um bom fim de semana
      Emília.

      Eliminar
  8. Gosto , muito , de Miguel Torga , tanto na prosa como na poesia .
    Os seus escritos estão , normalmente , actuais .

    O que é dito acima é tão verdade !

    A frase " não faças planos para a vida , pois ela vem e pode mudá-los ",
    diz o mesmo .

    Nada sabemos . E na maior parte das vezes felizmente . . .

    Um beijo , Emilia , e bom fim de semana ,
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também concordo, Maria, ainda bem que não sabemos do que a vida nos reserva, pois assim não vivemos assustados. O pior é quando passamos os nossos dias a imaginar o que será o dia da amanhã; muitas vezes isso é só para que soframos com " antecedência"; seremos sábios se soubermos viver um dia de cada vez fazendo dele o melhor que pudermos e soubermos. Um beijinho, amiga e fico muito contente por ter ido ao encontro dos teus gostos. Uma boa semana
      Emília .

      Eliminar
  9. Comecei a ler este texto e com ele me sentia numa sintonia perfeita... Só que me parece ter chegado ao tempo em que já nada me admira... a não ser a estupidez, a loucura, ou a crueldade humana que me revolta ainda.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não me surpreende o facto de haver gente cheia de humanidade no coração, pois é esse o dever de um ser que se quer verdadeiramente humano. O que nos surpreende e revolta é precisamente tanta " estupidez, loucura e crueldade ", pois isso é de uma irracionalidade tremenda. Muito obrigada pelo carinho, Maria e uma boa semana. Beijinhos
      Emília

      Eliminar

  10. Querida Emília

    Começo por te desejar um excelente 'Dia da Mãe'. Já se sabe, dia da Mãe é todos os dias mas este dia com mais esta referência suplementar também é muito bom, não é? Há ainda uma outra estranheza em relação ao dia pois antigamente era no dia 8 de Dezembro e agora ou de há uns tempos a esta parte...Enfim, são modas e talvez o consumismo tenha alguma coisa a ver com isso.:)

    O texto que nos trouxeste, de Miguel Torga, foca o aspecto dual da vida e de nós próprios, numa análise impressionante. Realmente, muitas vezes, os extremos tocam-se. E ainda bem que podemos contar com a bondade, a lealdade e todos os bons sentimentos em grandes doses. Só assim se poderá contrabalançar com o lado menos positivo da vida. Uma leitura que recomendo aos pessimistas, àqueles que acham que só há coisas más e pessoas más nesta vida. :)

    Minha amiga, muito obrigada.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, querida Olinda. Também nunca entendi essa mudança e só se explica pelo " consumismo ", pois não sei que importância tem o 2º Domingo de Maio. Um dia vou pesquisar!!!
      Sabes, quando se resolveu criar o Reinventar um Portugal mais Risonho foi precisamente com o intuito de mostrar que não há só maldade e outro tipo de irracionalidades no ser humano e aqui está o nosso escritor a dizer precisamente isso. Nós, por incrivel que pareça, damos mais ênfase ao que está errado e
      e passa-nos ao lado o que de bom se faz por aqui e no resto do mundo. Mesmo em relação às pessoas, falamos muito mais do aspecto negativo delas e não daquilo que elas têm de bom. É assim o ser humano...difícil de entender. Beijinhos, amiga e muito obrigada pelo blelo comentário. Até breve.
      Emília

      Eliminar
  11. Querida Emília
    Sem tempo para mais... hoje apenas venho desejar um muito feliz Dia da Mãe.
    Voltarei com mais tempo.

    Mil beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Mariazita. Espero que o teu dia tenha sido bom na companhia dos teus filhos e que assim continuem todos os outros dias, pois Mãe tem que der homenageada e acarinhada sempre. Beijinhos e até sempre!
      Emília

      Eliminar
  12. Obrigada, pela indicação da leitura. Senti o quanto o tema é atual, passados tantos anos...Soube que hoje comemora-se em Portugal o Dia da Mãe. As mãe daqui do Brasil, vão esperar uma semana mais...Feliz domingo, querida Emília.
    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Lúcia o dia das mães cá passou do dia 8 de Dezembro, dedicado à Srª da Conceição para o 1º Domingo de Maio, coisa que ninguém entende; deve ter sido o bendito consumismo!!! Obrigada, Lúcia. Beijinhos e uma boa semana
      Emília

      Eliminar
  13. Uma em constante mudança...ou não, em certos aspectos, mas nunca deixa de ter enconto.
    E porque hoje é um dia especial para as mulheres mães, um feliz dia da MÃE.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma vida em constante mudança...ou não, em certos aspectos, mas nunca deixa de ter encanto.
      E porque hoje é um dia especial para as mulheres mães, um feliz dia da MÃE.
      Beijinho

      P.S. Não sei o que se passou que escrevi um comentário que tinha umas falhas, tentei apagar, não deu, entretanto, fiz um novo e agora, entrando aqui, vejo que o corrigido, estava eliminado.
      Fiz nova correcção.
      Beijinho

      Eliminar
    2. A vida tem muitos encantos, apesar das perturbações que às vezes nos traz. É preciso é saber procura´-los; estão frequentemente à nossa frente e nós não os vemos. Obrigada, cantinho e...já sabes o que aconteceu ao teu comentário. Beijinhos
      Emíliaj

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  14. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  15. Com muito carinho mesmo atrasada
    venho te deixar um abraço pelo dia das mães.
    Uma abençoada semana beijos meus.
    Evanir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Evanir e desejo-te que o teu dia da Mãe, já no próximo Domingo seja um dia feliz junto dos que amas. Beijinhos, Emília

      Eliminar
  16. Olá amiga!
    É mesmo...não conhecemos ninguém a cem por cento. Miguel Torga é um dos meus poetas preferidos. Um autor de excelência. Pena que não tenha sido reconhecida a sua vasta obra pela academia sueca!
    Um forte abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que nunca conhecemos as pessoas por completo, mesmo aquelas que são " um livro aberto " e é por isso que muitas vezes somos surpreendidos por pessoas que julgavamos conhecer hà anos e que, de repente, sem entendermos, descobrimos uma pessoa totalmente diferente, infelizmente na maioria das vezes pela negativa. Fico muito contente que tenha escolhido um escritor do teu agrado. Muito obrigada, Emília, pelo carinho e tudo de bom!. Beijinhos
      Emília

      Eliminar
  17. Este Miguel Torga, tão ternurento na sua poesia como duro , atual e verdadeiro nas afirmações que faz. Vale a imprevisibilidade de uns que com a mão esquerda escondida, nos surpreendem com os seus atos, suplantantando a ganância de outros. O ser humano, sendo dotado de inteligência tanto é capaz da maior malvadez e perfídia como de santidade.
    E será que nós próprios nos conhecemos mesmo bem?
    Terno abraço Emília. Grande postagem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não me conheço bem, Manuela e poucos, acho, conseguem dizer que sim. Para ser sincera, acho que sei quais os meus defeitos e sei também que há em mim certos aspectos que as pessoas consideram defeitos e eu considero qualidades. e não tento mudar, mas...quem terá razão? Se calhar são mesmo defeitos...Como vês, é complicado!!! Se o é em relação a nós, como não o será em relação aos outros? Complicadíssimo! Sabes, no livro a Rapariga que Roubava livros a morte ( narradora ) diz precisamente isso, que o ser humano " é capaz tanto da maior malvadez e perfídea como de santidade " o que é uma grande verdade. Pena que o seu lado bom, a sua santidade não sobressaiam mais do que a sua malvadez, pois até o mais cruel dos criminosos é capaz de actos maravilhosos. Penso que temos também, Manuela de aprender a dar valor às pessoas maravilhosas que há por esse mundo afora e às acções fantásticas que se praticam por todo o lado em vez de sempre realçarmos o lado negativo de tudo e de todos. Muito obrigada pela carinhosa visita e belo comentário. Espero que estejas bem , querida amiga! Sempre um mimo as tuas palavras. Beijinhos
      Emília

      Eliminar
  18. um grande texto de Miguel Torga.
    Os julgamentos antecipados incorrem em erros graves. Estudar durante séculos e a fundo o ser humano, não garante o seu total conhecimento, aí está a prova, de que no campo minado podem nascer flores.
    Excelente adorei.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. E há sempre muitas flores nascendo por aí, simples, mas belas, mas nós, seres humanos temos sempre a tendência de reparar mais nas ervas daninhas que crescem no meio delas. Há coisas maravilhosas em todo o mundo e pessoas fantásticas por todo o lado, corajosas e empenhadas em fazer deste mundo um lugar melhor e portanto temos de olhar mais para elas e viver com positividade e esperanças no ser humano.Afinal...será que cada um de nós dá o seu melhor pela sociedade em que vive, pelo bairro onde mora, pelo vizinho que não tem um pão na mesa? Com certeza que poderíamos fazer mais.. Obrigada, Lourdinha pela visita e carinhoso comentário. Volta sempre, amiga! Um beijinhos e até...
      Emília

      Eliminar
  19. Um texto bastante actual.
    O tempo não passa por ele e parece ter sido escrito ontem.
    Bom resto de semana, querida amiga Emília.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma boa verdade, Nilson e temos de nos convencer que, apesar do desenvolvimento da sociedade actual, das novas tecnologias e até das viagens ao espaço, continuamos " ignorantes " principalmente no que respeita ao ser humano; por mais que os cientistas o tentem estudar, penso que " vamos deste mundo fartos de o conhecer e famintos de o descobrir ". Um beijinho e muito obrigada pela visita. Que em cada dia da tua vida encontres, pelo menos, um momento de encanto
      Emília.

      Eliminar
  20. Um grande texto, curioso como este e tantos outros textos e poemas parecem tão actuais!
    BJs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lilás! Há tantos textos e poesias escritos há muitos, alguns no século. passado e depois de os lermos dizemos que estão actuais. Isto, às vezes nos tira um pouco a esperança de vermos uma mudança de mentalidades no ser humano. Parece-me que teria de se " inventar " um completamente novo, não? Obrigada, querida amiga e vamos lá começar a aprender que amanhã, ao amanhecer seremos totalmente " ignorantes " e à noite um pouco mais sábios- beijinhos
      Emília

      Eliminar
  21. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  22. O encanto da vida é viver cada segundo....
    Feliz dia das mães beijo Lisette.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida amiga. O dia das Mães aqui foi no passado Domingo, mas... somos mães todos os dias e por isso a homenagem tem que ser feita sempre. Tens toda a razão, amiga, viver cada segundo como se fosse o último, pois este segundo é a única certeza que temos. Beijinhos e até sempre.
      Emília

      Eliminar
  23. Querida Emília

    Vim desejar-te um Feliz Dia das Mães. Estás a ver? Pela tua estreita ligação ao Brasil tens o direito de festejar duas vezes, dois Domingos seguidos e, claro, todos os dias. :)

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Olinda! Tenho duas Pátrias e portanto" dou-me ao luxo " de ter dois dias a mim dedicados. É muito bom e melhor ainda é receber duas vezes os " miminhos " de uma grande amiga. Espero que todos os dias sejam para ti especiais e que a tua semana seja boa. Um beijinhos de grande amizade.
      Emília

      Eliminar
  24. O ser humano é complexo, Emília, e a vida é uma incógnita.
    Amiga, grande beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não fossemos tão complexos, Shirley " teríamos uma vida com mais qualidade e a nossa satisfação interior seria muito maior. Muito obrigada pela presença sempre carinhosa e desejo-te uma bela semana
      Emília

      Eliminar
  25. A vida é um presente que nos encanta e seduz, mas não podemos andar distraídos.
    Feliz dia das mães.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Luis, temos de caminhar com calma, passo a passo, porque se nos distraímos corremos o risco de nos precipitarmos abismo abaixo. A vida requer serenidade e muito equilibrio. Muito obrigada, amigo. Uma boa semana sempre sem precipitações. beijinhos e até sempre!
      Emília

      Eliminar