terça-feira, 18 de setembro de 2012

SAIBAMOS VIVER!

Foto retirada da net.




 

O menor discurso de Bryan Dyson..., ex-presidente da Coca Cola... Ele disse ao deixar o cargo de Presidente da Coca Cola

- "Imagine a vida como um jogo em que você esteja fazendo malabarismos com cinco bolas no ar”.
Estas são: seu Trabalho - sua Família - sua Saúde - seus Amigos e sua Vida Espiritual, e você terá de mantê-las todas no ar.
Logo você vai perceber que o Trabalho é como uma bola de borracha. Se soltá-la, ela rebate e volta.
Mas as outras quatro bolas: Família, Saúde, Amigos e Espírito, são frágeis como vidros. Se você soltar qualquer uma destas, ela ficará irremediavelmente lascada, marcada, com arranhões, ou mesmo quebradas, vale dizer, nunca mais será a mesma. Deve entender isto: tem que apreciar e esforçar para conseguir cuidar do mais valioso.
Trabalhe eficientemente no horário regular do escritório e deixe o trabalho no horário.
Gaste o tempo requerido à tua família e aos seus amigos. Faça exercício, coma e descanse adequadamente. E sobretudo... Cresça na sua vida interior, no espiritual, que é o mais transcendental, porque é eterno.
Shakespeare dizia: "Sempre me sinto feliz, sabes o porquê”? Porque não espero nada de ninguém. Esperar sempre dói. Os problemas não são eternos, sempre têm solução. O único que não se resolve é a morte. A vida é curta, por isso, ame-a! 
Viva intensamente e recorde:  Antes de falar... Escute!  Antes de escrever... Pense!  Antes de criticar... Examine!  Antes de ferir... Sente!  Antes de orar... Perdoe!  Antes de gastar... Ganhe!  Antes de render... Tente de novo!  ANTES DE MORRER... VIVA!”.


 
 
Este texto foi-me enviado via e-mail, mas achei-o tão importante que resolvi partilhá-lo; creio que, infelizmente, ainda não aprendemos a VIVER...ainda não sabemos CUIDAR DO MAIS VALIOSO.
 
 
Emília Pinto

 

33 comentários:

  1. Querida/s amiga Emília,
    Impressionante a fecundidade e profundeza dos vossos posts.O tema( ou temas?) é de tal forma vasto que fica tudo por dizer.
    Mas o que é importante para uns pode não ser para outros. Certo é que todos eles são pilares de sustentação para uma vida "feliz".Ninguém põe em duvida a famíla mas sempre se diz que nos é imposta, quando se valoriza mais um amigo que não o sendo é antes escolhido. O trabalho é hoje uma bênção. Antes era uma condenação. Era para escravos! A espiritualidade é a outra parte de nós, a atração, o mistério que tanto nos atrai! Mas ha quem lhe seja indiferente ou mesmo irritante! Eu sinto-me parte do Universo o que me torna muito completa. Depois a saúde...bem aqui todos estão de acordo! Por isso, não nos irritemos com dogmas, nem criemos conflitos , porque sem saúde nem isso podemos fazer: A Energia esfuma-se e nós com ela!
    Terno abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antes de mais, amiga, quero agradecer as palavas simpáticas que sempre nos dedicas. Os temas procuro sempre aqueles qe mais me tocam e me preocupam. O teu comentário vem complementar muito o texto deste meu post. Tudo é importante nesta vida que nos foi dada sem que a pedissemos, mas ela tem que ser vivida no seu justo equilbrio; não somos nada sem trabalho, não somos ninguém sem uma famíla, somos muito pouco sem amigos e muito menos sem espiritualidade, seja ela de que tipo for e aqui não estou sequer a falar de religiões; pode-se ser espiritual sem seguir esta ou aquela religião. Adorei esta frase tua " Eu sinto-me parte do universo o que me torna muito cmpleta " Aqui está a essência de tudo, amiga! Se nos sentirmos parte desse universo, sentir-nos-emos em comunhão com tudo o que nos rodeia e assim sem dúvida nos sentiremos bem e mais felizes. A cada dia, Manuela, tento conscientizar-me de que sou uma parte importante deste universo; é fundamental que tenhamos consciência de que somos importantes nesse todo que é o universo. Muito obrigda pelo belo comentário que daria " pano para mangas" numa boa conversa sobre este tema: as prioridades na vida de cada um de nós. Beijihos e até breve.
      Emília

      Eliminar
  2. Texto bárbaro, veio diretamente ao meu atual momento! Obrigada querida, bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom qe esta minha pulicaçaõ foi de encontro ao teu momento; é sinal de qu estás numa fase boa da vida e isso deixa-me feliz. Irei azer-te uma visita brvemente pois sinto-me em dívida para contigo. Muito obrigada pelo carinho. Um beijinho e até breve.
      milia

      Eliminar

  3. Olá Emília e Hermínia

    Saber viver é deixar de ser vítima dos problemas, mas saber resolve-los.
    Saber viver é agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
    Saber viver é não ter medo dos próprios sentimentos.
    Saber viver é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

    Por isso como diz o autor do texto:

    "A vida é curta, por isso, ame-a"!

    Beijos.

    Lisa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Lisa, pela visita e por tão sábiamente oompletares o texto do meu post. Saber viver não é nada fácil e estou cada vez mais convencida de que só com o passar dos anos começamos a saber escolher melhor as nossas prioridades, mas, mesmo assim ainda erramos na escolha. Um beijinho, amiga e até breve Fica bem!
      Emília

      Eliminar
  4. Já conhecia o texto que também recebi por email. Mas é sempre bom relê-lo e meditar nele.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso também que nunca é demais refletir neste assunto, Evira. Esquecemo-nos tantas vezes do essencial e gastamos energias com coisas pequenas que não valem a pena. Estamos sempre a tempo de mudar as nossas atitudes perante a vida. Espero que me desculpes a ausência, mas brevemente lá me terás em tua casa. Aos poucos vou colocando as minhas visitas em ordem. Beijinhos e...fica bm!
      Emíia

      Eliminar
  5. Cada dia que vivemos é uma surpresa.
    Equilibrios e desiquilibrios, próprios da mente humana.
    Tanto lemos e tanto aprendemos sobre a vida, mas mesmo assim dicil contornar,o que não queremos ou o que não gostamos,para isso, somente mudar a nossa forma de aceitação, assim tudo será mais fácil.
    Anda realmente em circulação ,.mas vale apena sempre ler.
    Até breve
    Herminia



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, Hermínia...lemos e relemos; prometemos a nós mesmos que começaremos amanhã uma vida nova, escolhendo bem as prioridades e dando valor somente àquilo que importa; prometemos viver o dia presente como se fosse o útimo, apreciando cada momento, cada gesto, cada sorriso; mas..nada adianta...volta e meia lá estamos nós a reclamar. Não sei se algum dia aprenderemos!!! Um beijinho e até breve! Apareça!
      Emília

      Eliminar
  6. Sua amizade e muito importante para
    mim .
    Tenho vivido nos últimos tempos
    muitas dificudades para fazer visitas.
    o tempo vai passando nada melhora
    para ,que possa digitar.
    O fato de não poder comentar não significa,
    que deixei de ler sua postagem ela é
    minha bagagem para meu segundo livro.
    Quando lemos bastante adquirimos mais sabedoria
    na escrita tornando maior nossa bagagem.
    Cada blog visitado representa a história de uma vida.

    Na minha postagem tem sorteio de dois livros
    de um amigo escritor.
    Ficarei feliz aceitando e convite
    para participar do sorteio.
    Já conheço a grandeza das obras do livro dele.
    Uma linda noite te espero para viagem beijos,Evanir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sempre um prazer vê-la por cá, Evanir. Espero que as coisas melhorem em sua vida e desejo-lhe muito sucesso para o seu livro. Um beijinho muito especial e obrigada pelo carinho
      Emília

      Eliminar
  7. Olá, Hermínia! Este magnífico texto (relativamente pequeno no tamanho) é imenso na sabedoria das palavras nele contidas... é impressionante como - em tão poucas palavras se diz tanto!
    Viver, é uma permanente aprendizagem e, os conselhos que aqui li, são uma preciosa ajuda para caminharmos e aprendermos a dar valor ao que temos. É necessário, realmente, «cuidar do mais valioso» e imprescindível... e «não esperar nada de ninguém» porque, esperar realmente dói!...
    Bem-haja, amiga por partilhar... ainda não conhecia o texto e, adorei lê-lo!
    Um carinhoso abraço e um BFS com muita paz e luz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Camila. Vai ser a Emílai a responder, mas tanto faz, diigir-se a uma ou a oura. É muito difcil saber viver, saber escolher as priridades para que nos sintamos bem, por isso nunca é demais lembrar, não é amiga? Muito obirgada pela visita e pelo belo comentário. Me espere lá na sua casa, como sempre. Um beijinho e um excelente fim de semana
      Emília

      Eliminar

  8. Querida Emília

    Este tema vem mesmo a propósito, num momento em que precisamos de sustentação para os valores que vão perdendo a sua essência neste mundo demasiadamente preocupado com as aparências.

    A família e os amigos são, na verdade, dois pilares fundamentais para o nosso equilíbrio porque deles recebemos forças para o caminho, muitas vezes espinhoso, que atravessamos na vida. A saúde completamente fundamental, que se compõe da parte física e mental e indissociável a tudo isto a parte espiritual. Ao ser humano é indispensável a sua espiritualidade, que é onde coloca o seu lado mais sensível, tentando compreender o mundo e os seus mistérios.

    Realmente, para sermos completos há que existir em nós todos estes elementos.

    Parabéns, minha amiga, por mais este post que, tal como os outros,nos levam a parar para fazer um balanço sobre a nossa própria vida e a nossa relação com o mundo e a sociedade.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a ti, Olinda, os meus agradecimntos pelo belo comentário; as opiniões que aqui deixam sobre os temas são sempre um complemento a eles e isso é muito enriquecedor para mim e, pendo, para todos os que aqui vêm. Também acho que nunca é demais refletir sobre as prioridades que escolhemos para a nossa vida, pois, infelizmente vê-se que estamos a dar muito mais importância a coisas que, no fundo, não nos satisfazem verdadeiramente, pois em muita delas falta a essência aquela essência de que tanto necessita a nossa alma.

      Como diz Rubem Alves:


      Quero a essência, minha alma tem pressa

      … " Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa."
      Um beijinho, Olinda, e um bom fim de semana
      Emília

      Eliminar
  9. Emília e Hermínia, há tanto para aprendermos, que dá a impressão de que a vida é curta para tanto.
    Mas enquanto vivermos, aproveitemos ao máximo essas lições.
    Os surdos não querem ouvir e os cegos não querem ver. Eles são muitos e muitos. As vezes e no entanto, estou entre eles e por vezes sou um deles.
    O que fazer? Procuro aprender, mas sei que ainda errarei um bocado.
    Espero que antes da morte chegar, aprenda a perdoar mais, amar mais e se possível não errar a mais.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É António, tens razão: " às vezes e no entanto estou entre eles e sou um deles" Somos também assim, na maioria dos casos, mas, pelo menos temos consciência disso e tantamos aprender a cada dia a escolher melhor as prioridade. Obrigada, amigo pela visita e as minhas desculpas pel ausência. Irei brevemente fazer-te uma visita, agoar que já estou com mais tempo Fica bem, amigo e até breve. Beijinhos
      Emília

      Eliminar
  10. Há muita gente que não sabe viver...não utilizam todas as bolas que têm ao seu dispor! Tem de haver uma harmonia entre todos os elementos que constituem uma pessoa...Difícil? Sem dúvida mas possível! Vivemos tempos marcados por uma geração em crise. Um após outro, foram murchando ideais muito nobres Falta uma estrutura moral, às vezes escondida, por uma fachada colorida.
    Os valores humanos ( esquecidos e alterados) devem ser os alicerces de toda a beleza da vida do homem.
    Gostei do texto que funciona como um alerta...
    Beijo e um boa semana.
    Graça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ´verdade, Graça, este texto funciona como um alerta e, por isso o coloquei aqui; É uma preocupação minha e de muitos, ver que o essencial está a ser esquecido e que " um após outro, foram murchando ideais muito nobre" Nunca é tarde para se corrigir erros e se o ser humano quiser pode sempre recuperar os valores que está a perder. Muito obrigada, amiga, pelo belo comentário. É muito bom discutir assuntos destes que nos preoupaqm imenso. Um beijinho e fica bem. Até breve.
      Emília

      Eliminar
  11. Interessante que, ao ver a imagem, com os círculos lembrei-me do logotipo das Olimpíadas. Na verdade, a vida deve ser encarada como uma eterna olimpíada. Temos que estar sempre "ligados" a estes importantes fatores que aí foram ressaltados. Sem eles, a vida não segue bem. É preciso ter harmonia!
    Excelente postagem, Emília!
    Um beijo,
    da Lúcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E foi uma lembrança boa, dado que a solimpiadas foram criadas para unir os povos através do desporto, por isso têm muito a ver com a postagem. E a harmonia é essencial para que a vida siga com o necessário equilibrio; todos estes factores são importantes, só que o exagero não dá bom resultado em nenhum deles. muito obrigada pelo cometário e pela alusão às olimpiadas; foi uma boa comparação; gostei....
      Beijinhos e fica bem, amiga!
      Emília

      Eliminar
  12. Olá amiga. A vida acontece desse jeito. E precisamos estar atentos ao essencial, àquelas coisas que nos elevarão moralmente. Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria José! É verdade, amiga, tudo é fundamental para que tenhamos uma vida plena, mas é preciso escolher bem as nossas prioridades e nunca dixar para trás aquilo que nos eleva e que enche a nossa alma de essência. Um beijinho e muit obrigada pela visita
      Emília

      Eliminar
  13. Só tenho a acrescentar uma coisa a este texto: até a morte se resolve, pois acredito que esta não existe, é apenas uma passagem para outra dimensão (espiritual).
    Assim, todos os problemas se resolvem, até a morte :)

    Gostei muito.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom vê-la por cá, Rita. Pensando dessa maneira, na verdade todos os problemas se resolvem, mesmo a morte; nunca pensams nisso, mas, segundo Auguso Cury, nós somos eternos no significado que demos à nossa vida e à de todos aqueles que connosco cnviveram por isso devemos Viver a vida de maneira que esse significado nos faça eternos no coração dos outros. Um beijinho, amiga e obrigada pela visita.
      Emília
      Emília

      Eliminar
  14. Minha querida

    Um texto muito interessante...por vezes parece que somos imortais, mas a passagem é tão curta que por vezes não temos tempo de fazer e dizer tudo o que queremos.


    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A pssagem é mesmo muito curta, por iso é que devemos aproveitar cada dia como se fosse o último, dando valor àquio que realmente importa; às vezs perdemos o nosso tempo com questões que, depois de analisadas com mais calma, se mostram insignifiants e que só serviram para nos borrecerem. É sso que temos de aprender...dar valor à èssênca..àquilo que realmente nos eleva como seres humanos. Um beijinho, Rosa e muito obrigada pela visita
      Emília

      Eliminar
  15. Querida amiga

    Realmente pensamos
    tanto em nossos empregos
    que esquecemos
    o que realmente nos dá sentido.

    Converso muito com os meus
    alunos sobre isso.
    Recentemente em uma palestra
    pedi que eles cuidassem
    de quem amavam
    como eles cuidavam de seus celulares.

    Eles riram e eu expliquei.
    Quando um celular cai
    vejo em seus olhares a dor.
    Para evitar que arranhem
    vejo vocês os cobrirem
    com capas e guardarem com cuidado.
    Imaginem quando fizerem
    isso com pessoas...


    Que haja sempre um sonho
    a te habitar o entardecer do dia.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei, Aluísio!! De uma maneira simples fizeste os teus alunos entenderem que o que importa são as pessoas... os afectos; esses sim têm que ser cuidados carinhosamente..com extremo cuidado como se de cristal fossem. Muito obrigada por este belo comentáro, Aluísio e também pela maneira linda com que te dedicas à tua profissão de professor. Um beijinho
      Emília

      Eliminar
  16. obrigad por partilhar esta ideia, e pena mt gente nao saber ler, navegar na net, para descobrir esta mensagem!obrigada Nelson furtado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nelson. Desculpa o atraso, mas só hoje vi o teu comentário. Gostaria de visitar o teu blog, mas não deixaste o nome. Por favor, indica para que possa retribuir, certo? Muito obrigada pela visita e espero que voltes mais vezes.
      Emília

      Eliminar