quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

ESTAMOS NUM NOVO ANO E...



".... há uma coisa que desejo muito: que a humanidade se deixe desconcertar pelo esplendor inexplicável de cada amanhecer, que se conserve sem palavras perante o mar, como aqueles que pela primeira vez o olharam, que se sinta irresistivelmente atraída pela variação de cores, de volumes e de odor da paisagem diurna e noturna, que estremeça ao primeiro contacto com a água, que mantenha a capacidade de espanto perante o modo como o vento arrasta as nossas vozes felizes na distância, que olhe do mesmo modo desprevenido a chuva, os campos alagados em silêncio, as coisas mínimas e amplas, o tráfico das nuvens, a disseminação das papoilas que nos campos se parecem com as palavras que sonham. Desejo ardentemente que a humanidade do futuro saboreie o embaraço por aquilo que permanece em aberto não por insuficiência, mas por excesso, e não se apresse em catalogar, em descrever ou aprisionar. Que a sua forma de compreensão seja outro modo de manter intacto (ou mesmo ampliar) o espanto.”

 José Tolentino Mendonça

 In OPTIMSMO EM CONSTRUÇÃO


 Aos votos de José Tolentino de Mendonça junto os meus. Que a cada dia que começa consigamos o " espanto " por tantas belezas que a vida nos dá a cada passo, principalmente aquelas que, se quisermos, encontramos em cada ser humano que por nós se cruza.
Agradeço a todos a amizade dedicada durante os anos vividos aqui no Começar de novo e espero que assim continuemos, muito amigos, neste novo ano que começa e que se quer verdadeiramente novo; se não houver uma mudança de mentalidades o 2014 só será novo num algarismo; no resto...continuará velho . Beijinhos para todos e OBRIGADA

 Emília

32 comentários:

  1. ...e parece que chegamos ao fim! Hélas!
    Fim de quê e enfado de quê?
    A canseira de presentes, a canseira de receber visitas, a canseira de nos torturar esta canseira! Natal e Ano Novo deixa de ser festa de família para ser festa de consumismo. Deixa de ser a festa do aconchego para ser a festa da mesa numa inundação de guloseimas. E perdemos o tempo de espreitar à janela, seguindo as pingas de chuva escorrendo pela janela, enquanto escrevia no baço da vidraça. E o encanto da chuva miúda como quem beija o Menino, perde-se na lufa dos convivas que chegam...
    Tempo de pausa. Tempo de concentração, de contenção, de meditação. Não tarda , o terreno seca, e as papoilas espreitam para compensar os dias de morrinha.
    E desejo querida amiga, que este Ano que agora, hoje , começa, seja BOM, de PAZ. Agradeço presença tão amiga, tão compatível ,com os mesmos gostos e formas de encarar os nadas da vida.
    Terno abraço, hoje e sempre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E hoje cheguei a casa cansada de tanta " canseira"; papel por todo o lado...caixas...fitas... comida em exagero...desperdício. Tornou-se pouco o tempo para o convívio familiar tal era a expectativa de decifrar o conteúdo de tantos pacotes enfeitados. Foi pouco o tempo, porque o desperdiçámos em futilidades;, mas desse pouco tentei tirar o maior proveito; misturados aos pacotes coloridos e brilhantes estavam as pessoas que mais amo no mundo e por eles tentei afastar a tristeza das ausências de uns tantos outros também queridos. Essa ausência é sempre sentida, mas, nestes dias criados para serem sinónimos de união, de confraternização e de aconchego familiar, ela se acentua e fica mais doída. Quando se chega a esta fase da vida a passagem do ano não é mais do que o acabar de um dia e o começar de um outro. O verdadeiro significado perdeu-se e já se troca o aconchego do lar por outros lugares mais barulhentos onde a música soa alto e a bebida corre solta; Passou...estou de volta ao meu aconchego...ao meu sossego, esperando que a vida me conceda a graça de mais um dia, com a promessa a mim mesma de fazer dele o melhor dos dias. Que sejam dias " Bons de paz ", bons de sossego , saúde e de espanto pela beleza dos " nadas da vida "é o que espero para todos nós. Este texto não foi escolhido à toa, Manuela! Escolhi-o, porque reconheço que é fundamental para mim aprender a espantar-me com os maravilhosos " nadas " que a vida me oferece e aos quais às vezes, sinto, não dou o devido valor; é que a vida tem sido muito benevolente comigo e eu nem sempre sei agradecer. Além desta promessa a mim mesma,de dar o meu melhor por cada dia que a vida me conceder fica a promessa da minha amizade sincera e o meu agradecimento pelo carinho e ternura que sinto nas suas palavras.Seguirei sempre aquele Anjo Azul na esperança de que ele me ajude a fazer de cada novo dia um verdadeiro Começar de Novo. Hoje e sempre estaremos juntas cimentando assim esta nossa amizade que, apesar de nascida de palavras, é sincera e já faz parte do meu dia a dia. Muito obrigada por tudo, Manuela e até sempre! Beijinhos
      Emília

      Eliminar
  2. Adorei ver passar Santa Claus de trenó por esta página!
    Bom Ano, amiguinha!
    Mais um ano, de facto, pouco representa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão, Maria. Ter um número diferente, não significa nada; para ele ser novo é preciso que consigamos mudar muitas coisas, principalmente a mentalidade do ser humano. Espero que isso aconteça e que tenhamos todos muita saúde e paz, pois sem essas duas coisas não há ano que seja ;realmente novo.. Claro, amiga, que por aqui continuaremos,trocando experiências e desabafos, cimentando assim a nossa amizade. Muita saúde e alegria, Maria e até sempre. Um beijinho e muito obrigada pelo carinho
      Emília

      Eliminar
  3. É também um desejo meu, Emília: reaprender a espantar-me com a beleza dos "pequenos nadas da vida". Tanta riqueza nos é dada e nós não valorizamos. Também me comprometi, este ano, a estar mais atenta a cada momento de beleza, a cada milagre que surge e nem me apercebo.
    Que, como lhe respondi lá no Optimismo, neste novo ano reencontremos o nosso olhar de criança, maravilhando-nos, espantando-nos e olhando o que nos é oferecido como da primeira vez. Que a capacidade de nos maravilhar seja, de facto, reencontrada ou renovada. Um grande beijinho e um novo ano pleno de encantamento minha amiga!
    Teresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida amiga! Penso que muita gente é como nós, Teresa, não é capaz de se maravilhar com as pequenas coisas, os pequenos gestos...enfim...com as simplicidades da vida e isso faz com que se sinta o mundo medonho, cheio de coisas más. Não é bem assim e se reparassemos mais no belo e no lado bom das pessoas teriamos com certeza uma ideia diferente. Não é que a sociedade esteja de " boa saúde ", mas, como temos constatado pelo nosso Reinventar um Portugal mais risonho, há coisas maravilhosas acontecendo por aí e pessoas fantásticas que nos fazem seguir em frente com otimismo. E a minha promessa é essa e a cada dia vou-me lembrar dela, tentando sempre cumpri-la. Fiquei muito feliz em vê-la aqui e já sabe...a nossa amizade não será nova, continuará como no ano que findou Pode ser que nada mude, pode ser que apenas seja trocado o 3 pelo 4, mas a Esperança, essa vai continuar grande e a nossa amizade també. Muito obrigada pela companhia que me fez, pelos desabafos que me permitiu e pela grande amiga que,é. Um beijinho e até sempre! Felicidades para si e para os filhotes
      Emília.

      Eliminar
  4. Mais um virar de página que ansiava!

    Junto-me a ti nos desejos para este ano que de cinzento se anunciou não augurando nada de bom!!!
    Continuo pessimista e desanimada.
    Tenho que ter força para mudar!

    Bom Ano 2014, Emília.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes dias cinzentos...tristes...de chuva miúda que não dá tréguas nos deixa abaladas e com tendências para o pessimismo. É certo que as duas temos motivos para alguma tristeza, mas temos que fazer de um tudo para não irmos abaixo; há gente ao nosso redor que precisa da nossa alegria e por isso, Lisa, vamos lá...tentemos a cada dia acabar com esse pessimismo e deixar entrar a esperança de que as coisas melhorem.
      Não é nada fácil, amiga, mas temos a obrigação de tentat. Vamos lá!!! Beijinhos e muito obrigada pelo carinho e pela grande amizade que me dedicas..

      Eliminar
  5. Os meus desejos nunca mudam. Espero sempre viver o dia a dia de melhor forma possível, pensando no lado otimista e positivo da vida e das coisas, também na esperança de um mundo mais justo e um pouquinho melhor.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E fazes bem, cantinho! Viver um dia de cada vez, tentando fazer dele o melhor que pudermos é o que tem de ser feito. A esperança numa sociedade mais justa e solidária tem que ser conservada, pois se a deixarmos fugir, tudo se torna mais complicado. Agradeço-te a companhia que me tens feito nestes anos de Começar de Novo e aqui te deixo a certeza da minha sincera amizade. Até sempre, amiga! Um beijinho
      Emília

      Eliminar
  6. Junto os meus votos aos teus e aos de José Tolentino de Mendonça . . . conseguir o espanto , mas pela positiva .E há tanto na vida à nossa espera .

    A imagem é linda

    Beijo grande , Emilia , agradecendo a suavidade e ternura com que somos tratados,
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E cá estamos nós, Maria, prontas a enfrentar este novo ano, contrariando-o com o nosso otimismo e a nossa esperança de que o ser humano mude a sua postura. Não é fácil, mas temos de fazer a nossa parte e ela consiste nisso mesmo...em encontrar dentro de nós a capacidade do Espanto pelas coisas belas que passam todos os dias à nossa frente. Muito obrigada, amiga, pelo carinho e até sempre! Beijinhos
      Emília

      Eliminar
  7. Que este ano novo seja de renovação e muita alegria, beijo Lisette

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o que precisamos, Lisette, " Renovação e muita alegria " Se não nos esforçarmos para conseguirmos isso, tudo continuará velho. Muito obrigada, querida amiga e até sempre. Um beijinho muito especial
      Emília

      Eliminar
  8. Lindos estes sonhos - desejos de um mundo melhor.
    Que o ano de 2014 seja um campo de papoilas vermelhas onde os sonhos sejam o bem e a felicidade de todos os povos.
    Que não haja mais guerras nem fome, que acabem as perseguições, os abusos o desrespeito e a violência sobre as crianças os velhos e os indefesos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tudo isso que apontas, Luis que falta no mundo. Para o conseguirmos é necessário que a mentalidade do ser humano mude, ma não vemos grandes chances de que isso aconteça. No entanto não devemos desistir e cabe a cada um de nós fazer a sua parte Vamos caminhando sempre com Esperança, pois se ela nos falta aí , sim, sucumbimos de tristeza. Muito obrigada pelo carinho, amigo e tudo de bom neste novo ano. Um beijinho.
      Emília

      Eliminar
  9. Os pequenos prazeres de que gosto tanto...Porque a vida tem que ter esses pequenos prazeres a partilhar com a família, com os amigos. E, com o Mundo, tão distante às vezes....Mas podemos ajudá-lo a encontrar-se connosco...
    Bom Ano 2014...
    Até já
    Beijos e abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Marta, a vida é feita de maravilhosos pequenos nadas e são eles que dão encanto ao nosso dia. Pena que muitas vezes nem reparemos neles
      Prometi a mim mesma começar a espantar-me com esses pequenos nadas, pois sinto que nem sempre o faço, apesar de saber que são fundamentais para me sentir bem.Muito obrigada pelo carinho que sempre tens para comigo e já sabes...podes contar sempre com a minha sincera amizade. Um beijinho e " até já "
      Emília

      Eliminar
  10. Belissimo post, Mila!

    Que os teus desejos se cumpram e tudo melhore, embora tenhamos que lutar muito para tal.

    Im abraço cheio de gratidão e estima, minha amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei muito contente por me ter tratado por Mila. Na aldeia onde nasci e vivi até casar todos me conhecem por Mila, Depois fui para o Brasil onde morei 14 anos e onde nasceram os meus filhos e lá todos me tratavam e tratam por Mila. Quando voltei para Portugal, para Famalicão, onde moro, todos me conhecem por Emília. Claro que gosto mais de Mila, pois faz-me mais nova.
      Quanto ao post, gostei muito dele e acho que o que falta à humanidade é a capacidade de amar e de se encantar com os pequenos nadas da vida. Andamos todos muito preocupados, às vezes com futilidades e esquecemo-nos que a vida é curta e precisa de ser vivida com calma para não desperdiçarmos nenhuma das belezas que ela nos oferece. Muito obrigada, São e já agora...tenho uma amiga São que nasceu na mesma aldeia que eu e hoje vive também em Famalicão. Aqui todos a conhecem por Conceição, mas para mim ela é São e eu sou Mila. Até sempre, querida amiga!. Um beijinho
      Mila.

      Eliminar
  11. OI EMILIA!
    TOMARA MESMO, QUE ESTE SEJA UM ANO DE MUITA PAZ E LUZ PARA TODOS NÓS.
    TE AGRADEÇO PELO CARINHO DO ANO QUE PASSOU E DESEJO QUE EM 2014, ESTEJAMOS ASSIM NOVAMENTE E COM MUITA PAZ E AMOR NO CORAÇÃO PARA DOARMOS PELA BLOGOSFERA E OS RECEBERMOS DE VOLTA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os afetos podem dar-se de todas as maneiras e a prova está na partilha que fazemos através da blogosfera. Sentimos através das palavras quem está do outro lado e lá vamos nós " conversando...desabafando...trocando experiências que nos enriquecem. Fico surpreendida com as amizades que se vão fazendo assim e bendigo a hora em que decidi criar o Começar de Novo; tem sido de grande utilidade em momentos menos bons, pois quando aqui estou esqueço tudo. Foi muito bom ter-te " conhecido ", Zilani e claro que aqui vamos continuar a cimentar esta nossa amizade que, apesar de virtual, é sincera Agradeço-te muito o carinho e que este 2014 seja um ano verdadeiramente novo para todos nós. Até sempre amiga! Um beijinho e um bom fim de semana
      Emília

      Eliminar
  12. Estaria mentindo se dissesse que a acompanhei no ano que findou

    mas, em 2014 se a vida assim o permitir aqui estarei...

    Desejo que o novo ano seja de paz e tranquilidade para todos.
    Feliz 2014

    Com o problema da crise e de eu deixar de trabalhar
    vão-se acabar as viagens para longe,
    mas decerto
    irei fazer uns passeios mais por perto,
    PARADA não consigo ficar.

    Abraço amigo da Tulipa

    ...faço uma reflexão sobre os meus melhores momentos de 2013,
    se quiser seguir, vá a:

    http://momentos-perfeitos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que nos acompanhamos uma à outra no ano que findou! Pode não ter sido com a assiduidade desejada, mas mesmo assim foi o suficiente para criarmos laços de amizade. Este ano fica a promessa de visitas mais frequentes para assim continuarmos esta nossa amizade.Com certeza que irei visitá-la para ver as suas relexões sobre o ano que findou. Pode ser que nelas encontre algumas das minhas. Muito obrigada, Tulipa, pelo carinho e um bom fim de semana. Até breve lá no seu cantinho. Beijinhos
      Emília

      Eliminar
  13. Olá, Emília

    Uma forma maravilhosa de iniciar este Ano de 2014, com este belíssimo texto de José Tolentino de Mendonça. Nele temos tudo, a indicação de todos os caminhos para percorrer, desvendar e admirar o que nos é dado pela Natureza, tudo o que ela nos oferece. A capacidade de nos espantarmos é das coisas mais instigantes que há, essencial para o nosso desenvolvimento interior.

    Querida Amiga, desejo-te um Ano Novo muito Feliz, na companhia dos teus entes queridos.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OI Patroinha!
      Os meus sinceros votos de mais um ano ,vivido em pleno ,junto de quem mais ama.
      Até breve
      Herminia

      Eliminar
    2. Para mim, Hermínia, o fim de um ano e o começo de outro é a mesma coisa que o findar de um dia e o começar de um novo e, ao acordar para esse novo dia prometo a mim mesma fazer dele o melhor dos dias. ; nem sempre consigo, mas tento. Beijinhos o obrigada.
      Emília

      Eliminar
    3. Olinda, não sei o que deu aqui ao meu computador que não me deixa responder no lugar certo. É uma máquina e tinha obrigação de nos obedecer, mas assim não é; faz só que lhe apetece. Fiquei muito contente por ter gostado da mensagem que foi guardada precisamente para esta quadra, pois também acho que aqui " temos tudo, a indicação de todos os caminhos para percorrer, desvendar e admirar tudo o que nos é dado pela natureza. E essa com essa capacidade de nos espantarmos com os pequenos nadas da vida que temos de iniciar cada dia que a vida nos oferecer; só assim conseguiremos fazer deste ano um ano verdadeiramente novo. E é com estes votos que teme despeço até breve, deixando-te também um beijinho e a certeza da minha sincera amizade.

      Eliminar
  14. Uma mensagem pra ser lida e relida!!Adorei e desejo tuuuuuudo de bom pra ti sempre! beijos,chica e obrigadão pelo carinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Chica ," Uma mensagem Para ser lida e relida ", pois o que é realmente importa escapa-nos e nem sempre valorizamos; temos que aprender a viver o dia a dia dando mais importância ao essencial. Um grande beijinho e obrigada por teres vindo. Até sempre!
      Emília.

      Eliminar
  15. Oi Emilia,
    boa tarde,
    eu gostei de ler estes votos
    parecem desejos simples, mas eles não são,
    ultimamente tudo é mais difícil do que realmente é =(
    espero que este ano possamos desfrutar mais das coisas simples,
    este seria o primeiro passo para melhorar as nossas vidas.

    desejo-lhe uma bela terça
    e um maravilhoso ano
    um beijo e um abraço

    ResponderEliminar
  16. Muito obrigada, Ariel, pelo carinho. De facto estes desejos parecem simples, mas também concordo que o não são, mas temos de aprender a considerá-los mais, pois como bem dizes, " isso seria o primeiro passo para melhorar as nossas vidas. " Vamos lá então, a cada dia que começa tentar dar esse " primeiro passo." Volta sempre, amigo e que sejam simples e belos todos os teus dias. Um beijinho
    Emília.

    ResponderEliminar