quarta-feira, 7 de novembro de 2012

INTERVALO........



PS .É mesmo para intervalo dos noticiários que nos invadem as casas e que nos levam a perguntar qual será o rumo das vidas dos nossos filhos e neto ,já nem sequer vejo incertezas, já não há duvidas; instala-se o desespero de milhares de jovens desempregados e não só,casais de meia idade, sem dinheiro para a renda, luz ,água e gás, casais que precisam daqueles medicamentos diários; notam-se as rugas vincadas pelas interrogação; não é ficticio são as verdades com que me deparo no dia a dia . Para suavizar o nosso dia , voltemos às boas recordações que nos aquecem a alma e por momentos no trazem o sonho; sem ele não há vida. "EU SEI QUE CONTINUO A AMAR"... sem amor,tornavamo-nos nuns seres descartáveis

. Herminia

32 comentários:

  1. Mas que pessimismo, Hermínia!!! Eu sei que tem razão, que a situação do país não é boa, mas também tenho a certeza de que o pessimismo e a tristeza não nos leva a lugar nenhum. Está só a pensar num pequeno ( grande...) nada e está a esquecer-se das grandes coisas que tem...da saúde..do amor que não falta a ninguém em sua casa, do conforto...dos alimentos que todos os dias põe sem dificuldade na mesa. Pense assim, Hermínia e verá que ainda tem muito a agradecer. Eu sei que, como diz Shakespeare, " todos entendem a dor, menos a nossa", mas o que lhe estou a dizer é o que digo a mim mesma todos os dias e, se esquecer esse factor ( um só...) que tanto a desanima verá que tem milhões de outros para agradecer. Já houve outras crises difíceis e tudo passou e o que temos de pedir é que a vida não nos tire a saúde nem o amor das nossas vidas. Vamos lá...ouça o que a sua querida Elis diz e ...ânimo! Adianta alguma coisa com esses sua atitude? O problema resolve-se? Fica pior para todos os que consigo convivem. Pense nisso! Um beijinho e até qualquer dia.
    Emília

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo Emilia pessimismo!
      Embora desiludida, mas ainda com Fé , espero que este mal estar seja breve, mas para isso terá que passar pela estabilidade e bem estar de quem amo.
      Obrigada pela força.
      Até breve
      Herminia

      Eliminar
  2. Olá Hermínia

    Também ando desanimada e apreensiva, mas tento pensar sempre positivo, embora por vezes comece a ser difícil.

    Temos o dever de tentar! Há quem esteja muito pior!

    Mesmo meia "xoxa" vou ouvir a canção Elis para "arrebitar".

    Beijos.

    Elisa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela sua presença, sempre.
      Há o ditado"a vida é bela nós é que damos cabo dela".
      Ando bem desanimada, mas....se há uns, que são despejados , outros ,que compram Porches, porque não ser eu a comprar um porche?
      Até breve
      Herminia

      Eliminar
  3. Oi Hermínia
    Um texto que revela alguma desesperança, mas sei que se continuas a amar toda a alegria voltará.O amor cura e salva.
    Um abraço grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por teres vindo.
      O texto é transparente. Quam ama acredita, assim mesmo por um fio eu vou acreditar!
      Até breve
      Herminia

      Eliminar
  4. Estamos sem dúvida a passar por uma fese com plicada e dificil, não se imagina onde iremos parar, dia após dia cresce o desespero de milhares de pessoas. Vou-me consolar ouvindo novamente a Elis...
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O desespero está mais que instalado, ou os meios de comunicação nos enganam o que não acredito .
      Gostou da Elis, assim faço, gosto de música,relaxa e algumas trazem-nos doces lembranças, esta é uma dela!
      Até breve e obrigada por ter vindo
      Até breve
      Herminia

      Eliminar
  5. Herminia estamos a viver momentos complicados que infelizmente ainda vão ser piores no próximo ano. Vamos tentando aliviar as nossas preocupações da melhor maneira que nos for possivel.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depois do seu comentário, só lhe poderei dizer. que não há outro remédio, esperar para ver resolvidas muitas situações,pelo menos dar resposta há mais necessitadas, dentro destas, cada um saberá qual a mais precisa e assim o "fardo" não será tão pesado.
      Até breve e obrigada!
      Herminia

      Eliminar
  6. Obrigada amiga por esta partilha. Gosto muito desta musica.
    Quanto à situação do País, tem muita razão. Só tenho um filho. É segurança no parque industrial de Palmela. A 30kms de casa e sem transportes que não sejam o carro, gasta um balúrdio em gasolina. A mulher é auxiliar de enfermagem. Os dois juntos ganham pouco mais de mil euros, e por isso nem abono para a filha tiveram. Mas o ordenado de um não chega sequer para a prestação da casa, a prestação do carro e a gasolina. Posto isso se não foramos nós há muito que teriam perdido a casa ou teriam que passar sem comer. E eu pergunto-me Até quando, vamos continar a poder ajudar. A minha reforma é de 274€. O meu marido como era militar tinha uma reforma razoável, mas já está a ganhar menos que há 10 anos, e para o próximo ano os cortes vão ser maiores. Por outro lado com as doenças gasta-se cada dia mais.
    Desculpe este desabafo, não tem nada com isto, mas às vezes também há necessidade de desabafar.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga, estamos aqui para apoiarmo-nos, para já ainda há a liberdade de expressão tanto verbal como escrita, daí , o seu desabo é bem aceite, e não é nada fácil viver nessas condições.Nós pais estamos na retaguarda , para ajudar em tudo o que pudermos, cada um a sei geito.
      Não se vê luz no fundo do tunel e segundo os orgãos de comunicação, a situação actual vai durar....
      Até breve e obrigada pelo seu depoimento.
      Herminia

      Eliminar
  7. Olá Hermínia, esse seu estado de alma é comum a tantos de nós... as nossas armas são fracas para fazer frente à natureza destes "ventos agrestes" que assolam o nosso país e nos deixam "nus" e sem conforto...
    Busquemos força - para enfrentar as dificuldades - no amor e num sorriso compartilhado (nem que seja com a alma a chorar) porque esses dons... por enquanto, não pagam imposto :)
    Aceitei a sua sugestão e, ouvi a Elis para suavizar o dia e voltar às boas recordações que nos aquecem a alma e acalentam o sonho! Bem-haja pela partilha!
    Beijinhos amiga, desejo o melhor para si, para os seus e para todos nós!
    Um beijinho carinhoso também para a Emília :) Boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois Camila a frase mais comum é:"hà que ter paciência e esperar". Pois Amiga senão há outro remédio?
      Se não é a Fé e a Esperança, que faremos?
      Que futuro terão os jovens? Imigrar? Estudaram pra prabalhar no seu País e vão engrandecer outros que não o seu?
      Tenho uma priminha no Universidade do Minho, entrou este ano, e já se está preparar para saltar para Nova Yorque ? Passará isto na cabeça os pais? Aonde está a Familia? onde estão os pintainhos em volta da mesa? Estamos a regredir? Ou já será ambiç~ão injetada?
      Não nos cansemos ,é esperar!
      Até breve e obrigada.
      Herminia

      Eliminar
  8. Olá Herminia,

    O país está realmente de pernas para o ar e a incerteza é muita mas, toda esta confusão tem também trazido coisas muito boas, como a consciência de muita gente do que é realmente importante. Vejo famílias mais próximas porque se apercebem que, para serem felizes, não precisam de coisas, mas sim do calor uns dos outros, vejo noticias que dizem que a quantidade de lixo tem vindo a diminuir, sinal do menor desperdício, tenho visto maiores níveis de solidariedade, etc, etc.
    Dói muito ver pessoas totalmente desamparadas e com vidas estagnadas ou mesmo destruídas por esta crise, e as injustiças e disparidade existentes mas, tempos difíceis também trazem grandes lições.

    Beijinho grande para ambas com saudades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Joaninha!
      Como gosto de re verf por aqui como vais?Goataria de te ver empregada, gostaria de te ver sorrir para a vida e tudo de bom te aconteça.
      Vê-se realmente , bom coração das pessoas, quando se faz uma recolha de alimentos, há grande aderência, mas é do cidadão mais comum, logo são entregues, e numa semana, logo desaparacem.
      Procuram as lojas sociais, os pobres envergonhados, que até aqui faziam a siua vida ,regrada de lapis e papel na mão, hoje não dá, estão desempregados, marido e mulher e os alimentos são escassos.
      Quanto ao lixo, acredito ,passou no noticiário,quantas das familias davam-se ao luxo de não comer os tais restos, pois c
      a em casa ,sempre se comeu, sabes como nós lhe chamamos?já te vi", foi hoje mesmo o que aconteceu, toda a regra tem exceções .
      Joaninha gostaria de te ver feliz, e logo tenhas a sorte de te empregares
      Quando tiveres noticas tens o meu mail e espero-te.
      ATé breve e fica bem.
      Herminia

      Eliminar
    2. Muito obrigada pelo carinho, Hermínia. Terei todo o gosto em partilhar essa vitória, claro.

      Beijinho terno e grato

      Eliminar
  9. Pois... Com P.S. ou sem PS
    Todos estamos apreensivos pelas gerações vindouras.

    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei do "trocadilho" .
      A "CÔR" não importa , importa sim a estabilidade , assim, o amanhã dos filhos e netos, o nosso está quase pronto.
      Até breve e obrigdo por ter vindo.
      Herminia

      Eliminar
  10. Faço muitas vezes "greve" aos telejornais, para bem da minha sanidade mental. Acho que o mundo não precisa de mais um deprimido, por isso o melhor é desligar e tentar passar uma energia de amor.
    Vamos ter esperança :)

    Beijinho Herminia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou seguir o seu conselho, para meu equilibrio.
      No entanto, quando um pouco do "desiquilibrio" se instala cá em casa, sentimos (mais), quanto o fardo é pesado.
      Mas....tenho de acreditar que vai melhorar.
      Obrigada e até breve
      Herminia

      Eliminar
  11. Herminía:
    Que maravilha ouvir a Elis!
    É verdade que o que faz mover o mundo, é o amor. Pena que cada vez seja menos e mais breve.
    Abraço
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto da Elis,foi a minha juventude , aquela fase, em que as preocupações são dos pais.
      Hoje ,recordo com tantas saudades ! Gosto de musica e variada ,se estiver só ...ouço musica , e se estiver mesmo bem, danço..enfim momentos para tudo!
      Amar sempre amei,dar sempre dei, é verdade creia, mas não consigo chegar à perfeição.
      Obrigado por ter vindo
      Até breve
      Herminia

      Eliminar

  12. Querida Hermínia

    Muito obrigada por nos trazer a nossa querida Ellis nesta canção que já faz parte do nosso imaginário. Adorei ouvi-la, essa lindíssima voz que nos aquece o coração. E, tem razão, é um intervalo para as agruras que nos têm atingido e que, infelizmente,parecem não ter fim.

    Bom fim de semana.

    Beijinhos

    Olinda

    P.S.

    Olá, querida Emília

    Vim ouvir a voz de Oswaldo Montenegro e adorei.
    Deixei comentário.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é Olinda.Parei com os noticiários, por uns tempos.
      É só desgraças, e para não andar apreensiva, rasolvi dar mesmo um intervalo, entretanto dou aso a um pouco de sonho, bem acordada,.
      Assim vou ouvindo as musicas que gosto, como hoje me deliciei, enquanto tratava um pouco do obrigatório.....
      Até breve e volte
      Herminia

      Eliminar
  13. Hermínia,

    Uma maravilha esse vídeo. A Ellis Regina é uma ótima sugestão nessa tarde meia chuvosa de domingo, me aqueceu o coração.

    Beijos e ótima semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou, relaxa mesmo, e ao mesmo tempo leva-nos ao passado, em que era tudo tão romântico e bonito, saudade sabe? Mas assim viajo no tempo e esqueço o presente, quando dou por ela, já vou tão longe e com muito menos idade, há quem não entenda, como eu não entendo outras coisas, assim há equilibrio.
      Até breve e esperamos por si
      Herminia.

      Eliminar
  14. Olá amigas! Só mesmo a voz de Élis Regina e essas rosas vermelhas para nos aquecer o corpo e a alma. Um abraço.
    M. Emília

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poi é amiga, fui de encontro à sua sensililidade.Um voz melodiosa, doce e uma rosas lindas, são sempre lindas as rosas, sejam qual a sua cor, mas as vermelhas transmitem amor ,aconsego.
      Volte ,há sempre coisas interessantes, para passar uns intantes na nossa companhia.
      Até breve
      Herminia

      Eliminar
  15. Cinco letras…
    Cinco pontas de cadente perdida na aurora
    Na loucura de alguns instantes escrevo
    Descalço vou adiante num ir longe, embora

    Solto das mãos murmúrios sussurrantes
    Do basalto explode um bando de pombos bravos, alguns negros
    Há um livro branco apenas com a palavra ausência
    Há uma carta de marear para um rumo de mil segredos

    Flores de solidão crescem em pedaços de fria lava
    Um espantalho saltou-me do bolso a remexer
    Uma sombra desceu a janela e tocou-me
    Cerrei olhos para sentir o que não queria ver

    Boa semana

    ResponderEliminar
  16. Gostei, profeta.Mensagem perfeita para este momento
    Quem escreve sente o que lhe vai na alma, quem lê , ouve seu coração, lê as palavras e traduz à sua maneira.Creio estar em sintonia consigo. Um pouco de esperança, mas essa com base em grandes sacrificios . Parte da maioria, nada tem haver com o presente, s´o pode manifestar o seu desagrado.
    Até breve
    Hermi9nia

    ResponderEliminar