domingo, 17 de julho de 2011

NÃO TENHAS NADA NAS MÃOS!



Não tenhas nada nas mãos
Nem uma memória na alma,

Que quando te puserem
Nas mãos o óbulo último,

Ao abrirem-te as mãos
Nada te cairá.

Que tronos te querem dar
Que Átropos to não tire?

Que louros que não fanem
Nos arbítrios de Minos?

Que horas que te não tornem
Da estatura da sombra

Que serás quando fores
Na noite e ao fim da estrada.

Colhe as flores, mas larga-as
Das mãos mal as olhaste.

Senta-te ao sol. Abdica
E sê rei de ti próprio.

Fernando Pessoa

Quando chegarmos ao fim da estrada o que resterá serão só os afectos que por ela tenhamos espalhado. Não nos esqueçamos disso!

Emília Pinto

40 comentários:

  1. Olá queridas amigas!
    Passando para lhes desejar uma semana iluminada!
    Beijos meus

    ResponderEliminar
  2. Um poema lindo e cheio de mensagem!
    Feliz Semana!
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  3. Bom dia Priscilla! Muito obrigada pela visita e uma bela semana. Beijinhos
    Emília

    ResponderEliminar
  4. Que bom vê-la por aqui, Isa! Não conhecia este poema de Fernando Pessoa e adorei vê-lo declamado por este actor. Ainda bem que gostou. Um beijinho e tenha uma boa semana.
    Emília

    ResponderEliminar
  5. Querida amiga
    Obrigada pelo seu apoio. Pois como eu sempre digo.
    Com a sua presença,
    Eu posso ir sempre mais além,
    mas com sua ausência,
    eu não serei ninguém.
    Tem um selinho para você no meu cantinho
    Que eu fiz com muito carinho.
    Pode ir lá pegar se desejar.
    Abraço muito Amigo
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  6. Muito obrigada, Alice pelo carinho. Agradeço muito o selo e esse gesto será guardado nos nossos corações; optamos por não trazer os selos, pq o Começar de Novo não tem barra lateral para os colocar e, como nem eu nem a hermínia somos capazes de alterar isso, tomamos essa decisão. Espero que entenda e que considere que ele foi recebido, pois o que vale é o gesto. Um beijinho e uma bela semana
    Emília

    ResponderEliminar
  7. Querida Emília

    Há sempre um Fernando Pessoa por descobrir e....É o homem das mil faces e acaba sempre por nos surpreender.Adorei este poema, dá-nos uma ideia ímpar de despojamento, relegando o que é material para segundo plano.
    Como diz e bem no seu apontamento, o importante são os afectos.

    Beijinhos para si e para a Hermínia.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
  8. Olá, poemas de Fernando Pessoa, dispensa comentários, é difícil dizer qual não nos agrada.
    Amei seu blog e já sou sua seguidora.
    Felicidades.
    http://wwwavivarcel.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. Concordo que Pessoa tem ainda muito por descobrir, Olinda e, pelo menos eu, ainda sei pouco dele, apesar de ter estudado mt literatura. Um beijinho carinhoso e muito obrigada pela atenção que sempre dá ao Começar de Novo. Sabe bem este afecto tão grande.
    Emília

    ResponderEliminar
  10. Que bom que gostou do Começar de Novo, Fenix! Muito obrigada pela visita e por nos seguir. Irei já ver o seu cantinho. Um beijo e até breve
    Emília

    ResponderEliminar
  11. Vim agradecer sua presença no meu blog Avivar_Cel-2 e estar seguindo.Agradeço suas lindas palavras. Paramim é uma grande satisfação e felicidade em ter mais uma amiga.Quando tiver um tempo veja o meu blog oficial o Avivar-Cel. Tive que criar outro por causa dos selinhos, presentinhos, mimos e banners.O endereço é este: http://wwwavivarcel.blogspot.com/
    Bjos.

    ResponderEliminar
  12. Um beijinho, Fénix e obrigada pelo carinho; irei ver o blog, mas penso que já lá estive. Até..
    Emília

    ResponderEliminar
  13. É sempre com alegria quando vimos enriquecidos e tratados os N/ poemas de há longa data, os anos passam, mas há que lembrar bons nomes da poesia e não só...

    Beijos, uma boa semana

    ResponderEliminar
  14. Olá sou Magno Oliveira responsável pelo Blog Folhetim Cultural, convido lhe hoje a conhecer o nosso blog, que tem além de notícias, tem também atrações culturais. Como poesia, contos, crônicas e muito mais...
    Conto com sua visita no nosso espaço.

    Blog: informativofolhetimcultural.blogpost.com
    E-mail: folhetimcultural@hotmail.com
    Twitter: @folhetimcultura e @oliveirasmagno

    ResponderEliminar
  15. É mesmo um orgulho ver o nosso Fernando Pessoa tão bem declamado por este actor brasileiro; passam-se os anos, mas os problemas continuam os mesmos; aqui está o nosso escritor a chamar-nos à atenção para a excessiva precocupação com o ter, tão característica da nossa sociedade. Um beijinho e obrigada, Isa, pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  16. Fernando Pessoa no seu melhor...sempre e assim declamado com este sentimento, agiganta-se e projecta-se ainda mais.
    Obrigada, Amigas.
    Beijo e um óptima semana.
    Graça

    ResponderEliminar
  17. Fernando Pessoa, sempre nos trás palavras com sentimento enriquecido de grandes verdades. Adorei seu post, e seu blog. Vou estar voltando muitas vezes a mais aqui. Um abraço e ótima semana.

    ResponderEliminar
  18. O pensamento de Fernando pessoa que nos entra na alma e nos abana nesta vida passageira.

    No final da viagem afinal o que ficou colado na alma e nas mãos...?

    ResponderEliminar
  19. Fernando Pessoa foi de facto uma luz que veio ao mundo. A maneira como consegue transmitir sentimentos e sensações é genial!

    Em relação a este poema, por muito que queiramos ter muita coisa de marca, muitos objectos, muito dinheiro, o que mais importa são as pessoas, os afectos, a partilha e a união. Algo que escreveste Emília e que eu adorei quando o escreveste num comentário no meu cantinho, é que quando morremos não levamos gavetinhas com aquilo que adquirimos, levamos é no coração todo o afecto e contacto com o outro e com o mundo. E deixamos no coração dos outros carinho e ternura também. Isso sim é o mais importante do que as coisas! O nosso maior objectivo enquanto aqui estamos é dar e receber a maior quantidade de carinho e dar valor à vida e aos outros, para quando nos formos daqui embora, o façamos com um sorriso que transmita a sensação de "Missão cumprida".

    Beiijnhos

    ResponderEliminar
  20. Olá Magno. Irei com certeza ver o teu blog. Muito obrigada pela visita e espero que voltes sempre. Um beijo e até breve
    Emília

    ResponderEliminar
  21. Tens razão, Graça...declamado com esta força o nosso Pessoa fica um gigante; foi isso que me agradou neste video. Agradeço muito a tua presença carinhosa aqui no Começar de Novo. Um grande beijinho e que os teus dias sejam repletos de momentos felizes.
    Emília

    ResponderEliminar
  22. Que bom que gostou tanto do post quanto do Blog, Smareis! Volte mais vezes, pois é muito bom tê-la por cá. Um beijinho e..fique bem!
    Emília

    ResponderEliminar
  23. No fim da viagem, Luis, o que fica é o que deixamos de boas acções e de afectos aqui neste mundo; o resto não interessa...depressa desaparece. Um beijinho e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  24. Um comentário como este, com palavras de apreço e de carinho, é como receber um abraço bem apertado que nos aconchega o coração. O que disse sobre os bens materiais e que tu recordas é o que realmente penso; não vi ainda nenhum caixão com gavetas e pt não adianta pensa só em amealhar; tudo isso fica e desaparece em dois tempos; os afectos e as boas acções, essas, sim, ficam na memória de todos. Um beijinho, Joana e muito obrigada pela visita. Fica bem, amiguinha!
    Emília

    ResponderEliminar
  25. Que dizer de Fernand Pessoa? Por isso ele era "o cara".

    Bjs!!

    ResponderEliminar
  26. Pois é, Damiele, pouco mais há a dizer e com esta interpretação, ficou o máximo. Um beijinho e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  27. Olá às duas

    Belíssimo.
    Fernando Pessoa imperdível!

    "Planta e colherás"!

    Bjs.

    ResponderEliminar
  28. Querida amiga

    Há palavras
    que só
    os sentimentos
    já lhe dão sentidos...

    Que os sonhos te envolvam
    a vida, sempre...

    ResponderEliminar
  29. É isso mesmo, Lisa, recebemos o que plantamos e pt não queiramos afetos se não os espalhamos! Um beijinho e volta sempre! É bom tê-la por aqui.
    Emília

    ResponderEliminar
  30. Os sentimentos deveriam dar sentido a tudo, mas, infelizmente, muitas das nossas acções são feitas sem sentimento de qualquer espécie. Tudo correria melhor se usassemos a razão com uma boa dose de emoção...de sentimento. Um beijinho e obrigada pela visita. Apareça sempre, Aluisio!
    Emília

    ResponderEliminar
  31. oi Emilia!
    Depois de ler o poema,não conhecia, daí sempre a aprender.
    Mais uma bela lição, deixar de dar tanto valor aos bens materiais, seremos recordados pelo que semeamos,é o que entendo deste belo poemas.
    Até breve
    Herminia

    ResponderEliminar
  32. Oi menina, então como estão esses ares? Eu também não conhecia assim como ainda deconheço outros do Fernando Pessoa. Achei esta interpretação fantástica e o o poema também é muito oportuno, pois a nossa sociedade está cada vez mais materialista e esquece-se que não levamos nada, tudo fica, mas o que perdurará na memória das pessoas são os afetos que por aqui espalharmos. Um beijinho e divirta-se. Obrigada por ter aparecido!
    Emília

    ResponderEliminar
  33. Bom dia!!

    Passando para ler vc, e desejar um ótimo dia!!

    Se puder0 venha no Alma!

    ResponderEliminar
  34. Muito obrigada Vinicius. Espero que tenha gostado do que viu e volte mais vezes. Irei visitá-lo com toda a certeza.
    Um abraço
    Emília

    ResponderEliminar
  35. Emília ,

    Pessoa é sempre Maravilhoso !!!
    Linda postagem e reflexão ...


    Bjo e uma Noite de Paz.

    ResponderEliminar
  36. Olá, queridas amigas

    Lindo poema!Mas hoje passei para deixar um abraço pelo Dia do Amigo!

    "Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.Amigo a gente sente!
    Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.Amigo a gente entende!"(Machado de Assis)

    Beijokas com muito carinho!

    ResponderEliminar
  37. Que bom receber a sua visita no dia do Amigo, Malu! Pessoa é maravilhoso e maravilhosa está esta interpretação feita por este actor brasileiro. Um beijinho muito especial e boa noite, amiga.
    Emília

    ResponderEliminar
  38. Muito obrigada, Lena, pelo carinho. É muito bom receber tanta atenção dos amigos. Sinto-me abençoada, pois sei que tenho BONS AMIGOS.Um beijinho muito especia e boa noite
    Emília

    ResponderEliminar
  39. Oi Mami
    Acho que esse é o meu favorito dessa série. "Abdica e sê rei de ti próprio"
    Beijos, Dé

    ResponderEliminar
  40. Oi Dé. Só hoje vi o teu comentário. Sabes como é...na Póvoa a internet dava-me cabo da paciência e não podia rever tudo como o faço aqui. Era uma lentidão!!! De facto essa frase diz tudo ; devemos procurar ser reis de nós próprios. Um beijinho grande e obrigad por prestidiares o blog da tua Mami.

    ResponderEliminar