segunda-feira, 9 de maio de 2011

EMOÇÃO CONTROLADA PELA RAZÃO








Há a ideia de que quando se concede à razão inteira liberdade ela destrói todas as emoções profundas. Esta opinião parece-me devida a uma concepção inteiramente errada da função da razão na vida humana. Não é objectivo da razão gerar emoções, embora possa ser parte da sua função descobrir os meios de impedir que tais emoções sejam um obstáculo ao bem-estar. Descobrir os meios de dminuir o ódio e a inveja é sem dúvida parte da função da psicologia racional. Mas é um erro supor que diminuindo essas paixões, diminuiremos ao mesmo tempo a intensidade das paixões que a razão não condena.

No amor apaixonado, na afeição dos pais, na amizade, na benevolência, na devoção às ciências ou às artes, nada há que a razão deseje diminuir. O homem racional, quando sente essas emoções, ficará contente por as sentir e nada deve fazer para diminuir a sua intensidade, pois todas elas fazem parte da verdadeira vida, isto é, da vida cujo objectivo é a felicidade, a própria e a dos outros. Nada há de irracional nas paixões como paixões e muitas pessoas irracionais sentem sómente as paixões mais triviais. Ninguém deve recear que ao optar pela razão torne triste a vida. Ao contrário, pois a razão consiste, em geral, na harmonia interior; o homem que a realiza sente-se mais livre na contemplação do mundo e no emprego da sua energia para conseguir os seus propósitos exteriores, do que o homem que é continuamente embaraçado por conflitos íntimos. Nada é tão deprimente como estar fechado em si mesmo, nada é tão consolador como ter a sua atenção e a sua energia dirigidas para o mundo exterior.

Bertrand Russell, in "A Conquista da Felicidade"

in Citador


Penso que razão e emoção devem caminhar juntas

Emília

64 comentários:

  1. Sim, também penso que devem caminhar juntas, lado a lado, em equilíbrio, sendo uma conselheira da outra, sempre...
    Bjns

    ResponderEliminar
  2. Obrigada, cuidandodemim. Acho que não podemos ser só racionais; temos sempre que pôr alguma emoção na nossa racionalidade. Um beijinho e que tenhas uma bela semana
    Emília

    ResponderEliminar
  3. Olá...

    Acredito numa ao serviço da outra... compensando a balança da vida... que se ela cede definitivamente para um dos lados... perdemos nós o equilibrio... mas que é bom balançar... lá isso é... :)

    um abraço
    Luís

    ResponderEliminar
  4. Um texto de Bertrand Russel que eu não conhecia e que é bastante inspirador. Atribui à razão e à emoção os seus próprios espaços dizendo-nos que tanto uma como outra são indispensáveis ao nosso próprio equilíbrio. Razão tem a Emilia ao dizer que a 'razão e a emoção devem caminhar juntas'.

    Uma boa escolha.

    Beijo Olinda

    ResponderEliminar
  5. Olá Luis, que bom vê-lo por cá! De vez em quando vou ao seu cantinho, mas não encontro ninguém; espero que não tenha desaparecido para sempre e que continue a dar-nos o prazer de ler as suas poesias. Agradeço-lhe sinceramente por não se ter esquecido de nós. E aqui está uma grande emoção que não tinha que ser controlada pela razão; há algumas que necessitam da razão para que não se excedam. Um beijinho e volte mais vezes.
    Emília

    ResponderEliminar
  6. Obrigada, Olinda pelo comentário. Na realidade, juntas, a emoção e a razão se equilibram uma à outra e assim nós também agimos com mais assertividade. Um beijinho e que tenhas uma bela semana
    Emília

    ResponderEliminar
  7. Belo texto aqui publicado. Assim como as duas "personagens principais" aqui descritas devem actuar sempre em excelente e graciosa sintonia, pois só assim a Vida conseguirá alguma estabilidade.

    Beijinhos e uma boa semana

    ResponderEliminar
  8. Oi Isa. Gostei das " personagens principais " e concordo que só trabalhando em sintonia poderemos ter uma vida equilibrada. Muito obrigada pelo interessante comentário e espero que volte sempre. Um beijinho e uma boa semana
    Emília

    ResponderEliminar
  9. A razão diz-me que sim, a emoção diz-me que não...mas de facto quando possível há que controlar racionalmente a emoção...

    Beijinhos e saudades amiga
    Margarida

    ResponderEliminar
  10. Vou aparecer,Miguxa, podes ter a certeza. Obrigada pelo carinho. Esta amizade é uma emoção que não precisa ser controlada, mas, concordo, às vezes temos que chamar a razão para nos dar uma ajudinha. Um beijinho e vou-te fazer uma visita ainda hoje.
    Emília

    ResponderEliminar
  11. Razão e emoção devem andar de "mãos dadas" sabendo, no entanto, o momento de "actuarem".

    Bjs.

    ResponderEliminar
  12. A razão e a emoção devem ser igual marido e mulher: um completa o outro. Aqui em casa, maridinho é pura razão e eu já sou pura emoção. Preciso dele para me da o equilíbrio e virce versa.
    UM TEXTO PARA REFLETIR

    Beijos e boa semana!

    ResponderEliminar
  13. Isso mesmo, Mona Lisa. As duas nos dão o necessário equilibrio. Um beijinho e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  14. Oi Iram. Gostei da comparação que fez a um casal; em geral é assim mesmo; um é mais razao e outro mais emoção e assim os dois se completam
    Um beijinho e obrigada pela visita. Apareça sempre
    Emília

    ResponderEliminar
  15. Olá Emilia, não esqueço não... o tempo tem sido muito pouco, mas volta e meia passo por cá... a vontade de escrever é grande mas a correria tem sido tanta que quando me sento não sai nada... mas há-de sair...

    ResponderEliminar
  16. Fico muito contente por saber que voltarás quando a correria diminuir e também por saber que de vez em quando passas por cá. Espero que tudo te corra bem, Luis e, quando for possível aparece certo? Um beijinho e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  17. Querida Emília:
    É sempre tão difícil encontrar um ponto de equilíbrio entre a razão e a emoção! Creio que é uma aprendizagem constante ao longo da nossa vida. E nesse processo de aprendizagem, existem tantos conflitos interiores!
    Creio que estamos melhor com a nossa consciência, se agirmos segundo a razão. Mas isso traduzir-se-á sempre em felicidade? E qual é a verdadeira razão? É que também é capaz de haver várias razões.
    Um beijo para si.

    ResponderEliminar
  18. Olá Isabel. É sempre difícil encontrarmos esse equilibrio e penso que só a maturidade nos dá mais sabedoria para o tentarmos encontrar. Não sei, Isabel, mas penso que não podem andar desligadas uma da outra; há casos em que temos de usar mais a emoção, mas sempre com a razão po perto, pronta para nos controlar se preciso for, outras vezes será a razão, mas se não pusermos uma pitadinha de emoção não ficará uma acção racional demais? Bem...respostas que não sabemos dar; acho que no momento o nosso coração nos ensinará a equilibrar as nossas decisões. Muito obrigada Isabel e obrigada pelo belo comentário. Apareça sempre.Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  19. Devem caminhar juntas mas com equilibrio...
    vim conhecer seu espaço estou seguindo ...
    Linda semana pra você....beijos

    ResponderEliminar
  20. Deve haver equilíbrio entre razão e emoção sempre.
    Aqui eu sou a razão e marido pura emoção. Quando um ultrapassa seus limites é hora do outro intervir.
    Adorei o texto.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderEliminar
  21. Oi Emilia!
    Somente agora tive um tempinho, para espreitar o nosso blog.
    Claro que gostei da sua postagem, as emoções por vezem andam à frente da razão e acabamos por perdê-la.
    Era bom ter controle, mas nem sempre se consegue, quntas vezes já não perdi a razão, por ter as emoções ao rubro.
    É bom "ter tento" nos pensamentos, palavras e nas acções, aí teremos quase sempre a razão do nosso lado ,quando há esse equilibrio.

    Até breve

    Herminia

    ResponderEliminar
  22. razão e emoção sempre deram em profundas contradições, mas crio que seja uma a gradeça da outra

    ResponderEliminar
  23. Seja bem vinda Selma. É sempre bom receber novos amigos. Irei com certeza visitar o seu cantinho.Também acho que o melhor é caminharem juntas, mas nem sempre conseguimos. Um beijinho e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  24. É isso mesmo, Nilce...o ideal é um ser razão e outro emoção; assim conseguem melhor o equilibrio. Aqui em casa acho que a razão está no marido. Um beijinho e obrigada pela visita.
    Emília

    ResponderEliminar
  25. Oi Hermínia. É verdade, nem sempre se consegue ter controle sobre as emoções e quando isso acontece nunca dá bom resultado. O ideal seria o equilibrio, mas não é fácil consegui-lo. Um beijinho e obrigada pelo comentário.
    Emília

    ResponderEliminar
  26. É verdade que às vezes a emoção e a razão não se entendem lá muito bem, mas com um pouco de esforço lá se vai conseguindo que se entendam. O certo é que não podemos prescindir de nenhuma delas. Obrigada, Ediney pela visita. Um beijinho e até breve
    Emília

    ResponderEliminar
  27. Emilia


    Vim matar saudades...

    O rio corre sempre
    Luta sempre
    não baixa os braços

    Um beijo

    RIO


    Olho a paisagem...
    Vejo o rio...
    O monte...
    E vales...
    Como és belo...
    Como és grande...

    É bom ver-te...
    Rio límpido...
    De águas puras...
    De águas cristalinas...
    A cair pelos montes...
    E pelos vales...

    Cair lentamente...
    E ver como se corre...
    Como se beija...
    E como se dorme...

    E tu Rio...
    Lentamente...
    Desces os montes...
    Os vales...
    E beijas...
    E acaricias...
    E corres...
    Sem nunca parar!...

    LILI LARANJO

    ResponderEliminar
  28. Concordo plenamente com você Emília quando diz que, a razão e emoção devem caminhar juntas! tem selo no Mar de poesias em minha postagem escolhe o que mais gostar beijos.

    ResponderEliminar
  29. O equilíbrio é nosso objetivo, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  30. Obrigada, Lili pela visita. Deveríamos fazer como o rio..andar sempre para a frente, contornando os obstáculos, sem baixar os braços. Parabéns pelo teu Rio. É lindo! Um beijinho e até breve
    Emília

    ResponderEliminar
  31. Obrigada, Veronica pelo carinho e vamos lá..tentar sempre o equilibrio entre a emoção e a razão. Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  32. Conseguir o equilibrio é o ideal e é isso que devemos tentar sempr, Lisette. Um beijo e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  33. Acho que de todos os textos que já li sobre razão e emocao, esse foi o mais "passional", gostei muito. Me fez ver por outro ângulo, e que nao estamos fadados a viver sem a emocao, mesmo estando mais aptos à razão.

    Grande beijo,
    Cris

    ResponderEliminar
  34. Olá C. De facto assim é; devemos até colocar um pouco de emoção nas coisas que fazemos, mesmo nos considerando mais racionais; sermos mais felizes. Um beijinho e obrigada pela visita.
    Emília

    ResponderEliminar
  35. Sem dúvida só com o eqilibrio podemos ter uma vida plena.E passa por razao emoção cuidadosamente dosadas.
    Muito bom o texto.Obrigada por compartilhar.
    abraços

    ResponderEliminar
  36. Tudo na vida tem que ser feito com equilibrio, não é verdade, Lis? Muito obrigada pela visita. Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  37. Oi Emília
    Ficamos todos meio perdidos com a demora em retornar a normalidade.
    Obrigada pela atenção.
    deixo beijinhos e volto depois.ok?

    ResponderEliminar
  38. Era um grande pensador,

    esses homem!

    Saudações minhas

    ResponderEliminar
  39. São dois valores que têm de caminhar juntos em equilibrio e harmonia. Só a razão, torna tudo muito mais frio e endurecido! Só o coração, a emoção não deixará ninguem avancar!
    Gostei deste texto, minha querida!
    Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  40. Para mim, as duas "senhoras" devem fazer parte de cada ser mas não necessariamentes juntas...Às vezes, dependendo das circusntâncias, devemos mandar a sra. razão "às favas"...já em outras,temos que manter a "frieza", racional, que o momento exige. Mas, que devemos harmonizar os sentimentos aparentemente opostos, lá isso sim...

    Beijos, Emília

    ResponderEliminar
  41. Oi Lis. Ainda bem que tudo se resolveu. Um beijinho e volta sempre
    Emília

    ResponderEliminar
  42. Também acho, Vieira Calado. Um belo texto. Um beijinho e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  43. Poi é, Graça, o ideal seria que soubessemos sempre equilibrar as duas, mas nem sempre conseguimos; é um aprendizado constante. Um bom fim de semana e obrigada pela visita. Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  44. " mas que devemos harmonizar os sentimentos aparentemente opostos, lá isso sim" É verdade, Lucia, mas às vezes é difícil. Vai-se tentando! Um bom fim de semana e obrigada pela visita
    Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  45. Emília,

    que bom você nao perdeu sua postagem na confusão do dia da manutenção do Blogger, ufa!

    Tenha um ótimo fim de semana também!!

    ResponderEliminar
  46. Foi mesmo uma confusão nunca vista. Só perdi dois comentários. Espero que não tenha perdido nada de interessante, C. Muito obrigada pelo cuidado. Um beijinho e um bom fim de semana
    Emília

    ResponderEliminar
  47. Não há mesmo equilíbrio sem ponderação dos dois valores.
    Por isso o normal é procurarmos alguém diferente.
    Perfeito este texto.
    Gostei imenso.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  48. Razão/emoção duas "palavras"/sentimentos que nos dão muito trabalho. Por vezes, luta.
    Mas sempre interagaindo.
    E quando entra a intuição?

    Beijinho


    P.S.: Tem sido difícil o acesso ao blogue.

    ResponderEliminar
  49. Minhas amigas!
    Me desculpem pela demora em responder, mas minha vida anda muito agitada, tenho tempo apenas nos finais de semana.
    Mas mesmo assim, passo por aqui todos os dias para ler, quando tem algo novo.
    Adoro tudo!
    Passando para lhes desejar um bom final de semana queridas!
    Beijos meus

    ResponderEliminar
  50. Ahhh essa música... já molhei alguma fronha ouvindo-a... no tempo que eu era boba... quer dizer, ainda sou uma, mas menos chorona.

    Hermínia, também sonho fazer muitas viagens, antes "daquela" que nao tem volta (adorei isso, forte!), e uma dessas é para Graceland, onde está enterrado um dos meus ídolos, Elvis hehe

    Bom domingo flor!

    ResponderEliminar
  51. Hoje
    Venho expressamente deixar um beijo e agradecer o carinho pelo aniversário do Zé António


    BEIJOS

    ResponderEliminar
  52. Olá Ná. Também acho que deve ser por isso que num casal, um é sempre o oposto do outro; assim há mais equilibrio. Aqui não fugimos à regra. Um beijinho e obrigada pela visita. Uma bela semana
    Emília

    ResponderEliminar
  53. Houve aí uns problemas com o blogger que nos infernizou a vida, cantinho; felizmente está resolvido. Equilibrar estas duas " meninas" não é nada fácil; às vezes exige luta de facto. Um beijinho e obrigada pela visita. Uma bela semana
    Emília

    ResponderEliminar
  54. Obrigada pela simpatia para com o nosso cantinho. Não se preocupe, pois sabemos que o tempo não dá para tudo. Apareça quando puder. Um beijinho, Priscilla e uma boa semana
    Emília

    ResponderEliminar
  55. Olá Cris. Com certeza que a Hermínia vai a Viena antes da última viagem; eu também espero ir. Já agora vamos todas para Craceland quando chegar a hora; além de estar lá o nosso idolo, deve ser um lugar muito bonito. Muito obrigada pelo carinho. Um beijinho e uma boa semana
    Emília e Hermínia

    ResponderEliminar
  56. Foi com enorme gosto, Lili que participei da festa de aniversário do seu marido; olhe pensei muito em si, quando estive a ver o jogo do Sporting; ainda bem que ganhou, pois assim o seu marido ficou mais contente.. Um beijinho e obrigada pela visita.
    Emília

    ResponderEliminar
  57. Pienso que el razonamiento es más cientifico que espiritual.

    De ahi los desencuentros que se producen , a veces, entre seres queridos.

    Cariños

    ResponderEliminar
  58. Oi Abuela. Sim, às vezes a razão e a emoção causam problemas, pois não sabemos doseá-las. Um beijinho e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar
  59. Saber dosar razão e emoção , creio que é o segredo do bem viver...
    Excelente texto !


    Bjo e uma Semana de Paz.

    ResponderEliminar
  60. Não é fácil, mas temos que fazer isso para vivermos melhor. Um boa semana e um beijinho
    Obrigada pela visita, Malu
    Emília

    ResponderEliminar
  61. Emilia,

    minha querida,

    passei para te deixar o meu carinho...espero estejas bem, tal como todos os que amas...
    Tenho saudades das tuas palavras, da tua cumplicidade...

    Até já Amiga
    De quem te guarda no coração
    Margarida

    ResponderEliminar
  62. Que bom ouvir palavras tão simpáticas, Miguxa. De facto ando um pouco sumida, mas vou aparecer. Muito obrigada pelo carinho. Um beijinho e até breve
    Emília

    ResponderEliminar
  63. Também penso dessa maneira.
    A razão deve caminhar paralelamente à emoção de modo que a mesma nunca fique descontrolada.

    Agradeço o carinho deixado em lidacoelho.
    Bem haja.

    ResponderEliminar
  64. Tens razão Luis! As duas juntas fazem com que haja mais equilibrio em nossas acções. Um beijinho e obrigada pela visita
    Emília

    ResponderEliminar