sábado, 5 de dezembro de 2009

UTOPIA



« Dou-lhe a minha palavra....UTOPIA ; e ofereço-a como um presente de Natal embrulhado em papel brilhante, decorado com fita acetinada e entretecido nos votos que normalmente se fazem nesta época, de paz, amor,e amizade.A utopia faz com que estas palavras, que pronunciamos por hábito na época natalícia, fiquem prenhes de sentido, inchadas de intenções e de projectos, pássaros esvoaçantes rasgando um céu que se quer cada vez mais azul.
Ao dar-lhe a minha palavra, ofereço boleia num sonho que o transportará para um mundo que não existe e cujos alicerces assentam na contingência de poder-vir-a-ser. Nesse não-lugar as possibilidades são imensas, é vasto e acolhedor o espaço reservado a novas ideias, é vibrante de desejos o nosso outro eu quando perscruta os cantos, sobe colinas e alarga fronteiras. Nesse não-lugar nós descobrimos o que somos e o que poderemos um dia ser. Basta querer. Basta sonhar.
O meu presente é feito de intenções, não vive de projectos nem se identifica com planos totalizantes e evangelizadores. Quando ofereço a utopia, ofereço-a embrulhada em papel brilhante, mas não lhe determino a cor. Reservo a quem receba a prenda o direito de reconhecer no brilho do papel a cor que entender. Já a fita acetinada, faço questão que seja verde e que seja macia ao toque, como o é a relva quando desponta no vigor do Verão. Acredito que olhando para ela e sentindo como é macia, quem vier a receber a minha prenda repudie todos os projectos que a possam secar. Confio que saberá regá-la com sonhos e alimentá-la com acções.


É este o efeito que uma prenda de papel brilhante e fita acetinada pode ter na humanidade.....se for dada a homens de coração puro, poderemos ter o caminho iluminado e descobrir atalhos que nunca suspeitaríamos poderem existir»

Dentro da caixinha embrulhada em papel brilhante e fita verde acetinada vai a UTOPIA e junto a ela mando um beijinho para todos os amigos do Começar de Novo

Emília





Parte de um texto de Fátima Vieira
Extraído do livro A minha palavra favorita - Edição Jorge Reis Sá

33 comentários:

  1. E eu agradeço e retribuo, esse presente tão bem embrulhado e oferecido com tanto carinho.
    Um beijo
    Romicas

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada, Romicas pela visita. Que seja sempre muito feliz. Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  3. Lindo como sempre, tb retribuo a caixa linda que me oferece. Hoje acrescento na caixa meus 28 anos de casada, com um príncipe, amoroso, cuidador,companheiro.... abraços brasileiros:)

    ResponderEliminar
  4. Que texto mais maravilhoso. Eu recebo a caixa e retribuo o presente cim uma fita gigante tamanho ceu.
    Beijos

    Marize Mori

    ResponderEliminar
  5. Oi Rosário. Que bom que gostou do presente. Só que dentro tenho que acrescentar mais um beijinho carregadinho de votos de felicidades para os dois e outro carregadinho de parabéns pelo aniversário de casamento. Que continuem a ser muito felizes.
    Mila

    ResponderEliminar
  6. Oi Marize! Muito obrigada pela visita e pelo carinho. Volte sempre. Um beijinho e que seja muito feliz
    Mila

    ResponderEliminar
  7. OI EMILIA
    Apanho a boleia,nesse mundo irreal,recebo o presente e fazer dele por pouco que seja, um mundo um bocadito melhor.
    Não se alimenta de projectos,pois quase todos eles acabam por murchar, ~poucas bases trazem ,depressa se desvanessem.
    Ficamos antes com a intenção e dar-lhe asas,a cor temos nós quando nela pela primeira vez pensamos,dar-lhe continuação e logo logo aparece a ACÇÃO .
    Num conjunto muito fariamos , mas por pouco que seja,fico com o sonho ...
    Até breve
    Herminia

    ResponderEliminar
  8. Oi Emilia
    Espero que o meu comentário apareça!
    Até breve
    Herminia

    ResponderEliminar
  9. Claro que o seu comentário apareceu, Hermínia. Temos que, pelo menos sonhar sempre com um mundo melhor, pois, se o sonho também acabar, aí sim, ficamos mal. Um beijinho e até breve.
    Emília

    ResponderEliminar
  10. Amigas vocês tem o Dom...

    Perco-me no meio das vossas palavras...
    Sonhos,por si só, não bastam
    Preciso de algo que me arraste
    Da ilusão, da incerteza, da incoerência.
    A fantasia, por vezes não é suficiente
    SONHAR, SONHAR... ver a
    "....UTOPIA ; dos presente de Natal embrulhado em papel brilhante, decorado..."
    O real é bem distinto.
    NATAL PALAVRA MÁGICA... ÉPOCA de PAZ, AMOR, FATERNIDADE, AMIZADE ...
    Tão pouco é necessário para se ser FELIZ,
    Coisas que não tem preço... no entanto são coisas raras e difíceis de obter.

    B. domingo.

    Bj. Jacarée

    ResponderEliminar
  11. É verdade, Jacarée! No Natal ouve-se muito essas palavras mágicas que a todos nos fazem felizes; deveriam sr escutadas mais vezes, mas a realidade é bem outra; parece que o ser humano as tirou do seu dicionário. As pequeninas coisas que fazem a felicidade não tem preço, são de graça, mas mesmo assim parece que pouca gente as quer. Um beijinho, amigo e obrigada pela visita e pelo lindo comentário. Volta sempre!
    Emília

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  13. "fiquem prenhes de sentido, inchadas de intenções e de projectos, pássaros esvoaçantes rasgando um céu que se quer cada vez mais azul. "

    Na mente de uma criança têm sentido estas palavras. Nós, os adultos, consciente ou inconscientemente tornámo-las UTÓPICAS.

    Começar de Novo, sim.

    ResponderEliminar
  14. Obrigada, cantinhodacasa. Nós adultos, apesar de mais experientes e por isso com a obrigação de sermos mais sábios,temos o condão de transformar tudo e quase sempre para pior; de facto todos esses sentimentos bonitos estão a tornar-se cada vez mais utópicos.Estamos sempre a dizer: ano novo, vida nova, mas daí a algum tempo constatámos que está tudo igual...nada de novo começou!Um beijinho amiga e uma boa semana, esperemos que, sem chuva
    Emília

    ResponderEliminar
  15. Obrigado Amigas...mas afinal vendo bem nós somos os presentes, somos um presente para os outros. tu para mim. Eu para ti. Triste seria se fosse-mos apenas um presente sem luz e sem carinho: muito bem empacotado e quase nada lá dentro! Quando existe verdadeira amizade com alguém, no diálogo, na abertura, na fraternidade, deixamos de ser mera embalagem e passamos à categoria de reais presentes. Nos verdadeiros encontros de fraternidade, acontecem coisas muito comoventes e essenciais: mutuamente nos vamos desembrulhando, desempacotando, revelando.
    De novo Obrigado...
    Beijinhos do RUI

    ResponderEliminar
  16. Que lindo Rui! Eu também acho que somos presentes preciosos para todos aqueles que dão valor às verdadeiras amizades. Um beijinho e muito obrigada pelo teu simpático comentário.
    Emília

    ResponderEliminar
  17. Bonito, Mamãe... gostei da utopia...beijos, Dé

    ResponderEliminar
  18. Olá Dé. Que bom ver-te por cá! Já há muito que não aparecias!!! Ainda bem que gostaste do presente embrulhado em fita verde acetinada; nele, junto da utopia, vai um montão de beijos para ti, Claudia, Dudinha e Lucas.
    Mami

    ResponderEliminar
  19. Amigas...Aceito e retribuo o presente, maravilhosas palavras, fazem a gente parar para pensar....O que seria do mundo sem sonhos.

    ResponderEliminar
  20. Queridas Emilia e Herminia!! Lindo texto!! Estou passando para deixar um beijo e agradecer o carinho!!

    Simone!!

    ResponderEliminar
  21. Muito obrigada, Ná e Simone pela visita e pelo carinho. Que bom que gostaram do meu presente! Sejam felizes e com muitos e bons sonhos.Um beijinho para as duas e até breve.
    Emília

    ResponderEliminar
  22. AQUI DEIXO UMAS REFLEXÕES, QUE PEDI EMPRESTADO AOS AUTORSES."Uma utopia é uma realidade em potência"
    Herriot
    " As soluções utópicas têm a vantagem da perfeição e o pequeno defeito de serem irrealizáveis" v. MOREIRA

    BEIJINHO
    OBRIGADA pelas visitas
    Meg

    ResponderEliminar
  23. Maravilho presente , que aceito com grande consideração. Meu embrulho será amarelo como os raios do sol e fará nossos sonhos brilhar no explendor de nossas ações. A fita verde amarrada na esperança de nossas realizações completara o mais dos perfeitos presentes.

    Não há nada como o sonho para criar o futuro. Utopia hoje, carne e osso amanhã.


    Meu muito obrigada

    Beijos
    Andresa

    ResponderEliminar
  24. Obrigada, Meg, pelas reflexões que deixaste que completam na perfeição o texto sobre utopia,Não podemos realizar todos os sonhos...será utópico querer isso, mas sonhar faz a vida parecer bela e, se quisermos lutar por eles conseguiremos realizar pelo menos uma grande parte; por isso há que sonhar sempre!Um beijinho, amiga e até breve.
    Emília

    ResponderEliminar
  25. Linda cor que deste ao presente, Andresa.Devemos sempre dar o nosso melhor em tudo o que realizamos e ,fazendo isso o nosso dia a dia será sempre brilhante, pois ali pusemos todo o nosso carinho. A cor do nosso dia depende sempre de nós; terá o brilho que lhe quisermos dar.Um beijinho e que consigas sempre essa cor radiosa para os teus dias; acho que é o melhor que se pode desejar a alguém.Obrigada e volta sempre!
    Emília

    ResponderEliminar
  26. Um belo texto..tentarei regar este presente..
    Beijão

    ResponderEliminar
  27. Obrigada, Olavo pela visita. Tenho a certeza que cuidará deste present com muito carinho. Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  29. Amigas

    A UTOPIA CONQUISTA-SE NO DIA-A-DIA
    No alto, da utópica os SONHOS (re)nascem nas sombras do mundo.
    Sopram os ventos...os murmúrios.
    Nada detém os SONHOS E A PERVERANÇA
    Nada detém as vontades...
    Nada detém a esperança...

    FELICIDADES...

    Fiquem bem, grato pelos vossos comentário no meu lago
    Sempre tão carinhosamente.

    Um beijinho com amizade.

    Jacarée

    ResponderEliminar
  30. De novo um comentário muito bonito, Jacarée; é sempre com muito prazer que visito o teu blog, pois gosto muito do que lá leio: e cá vamos nós andando sempre com perseverança e lutando para que os nossos sonhos se transformem em realidade. Obrigada, amigo e um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  31. Olá a ambas!
    Lindo este texto amiga Emilia!

    Este é um presente que deveria ser sempre regado.

    Um beijinho

    Joana

    ResponderEliminar
  32. Tenho a certeza, Joana que será bem cuidado por ti este presente e que lhe saberás dar uma cor radiosa. Obrigada pela visita. Um beijinho e um bom fim de semana
    Emília

    ResponderEliminar
  33. Aceito este beijo e rego-o com um brinde.
    Bj

    ResponderEliminar